O que acontece se você tomar a vacina e depois positivar para covid? entenda
Reprodução: ACidade ON
O que acontece se você tomar a vacina e depois positivar para covid? entenda

Você viu?

Com o avanço da vacinação contra a covid-19, surgem novas situações que podem deixar dúvidas nas pessoas imunizadas. Uma delas é o caso do paciente que tomou a vacina contra o coronavírus e, poucos dias depois, recebeu um diagnóstico positivo para a doença após fazer um teste.

Nesta situação, a recomendação dos médicos é que o protocolo deve ser mantido.
Ou seja, fazer o isolamento social e aguardar a segunda dose da vacina de acordo com o fabricante.

"A pessoa deve tomar a segunda dose normalmente, porque de fato a infecção vale como uma vacina. A recomendação é de não mudar a conduta", disse o médico infectologista André Ribas.

Segundo a infectologista da Unicamp e consultora da Sociedade Brasileira de Infectologia Raquel Stucchi, quando existe um diagnóstico de covid, mesmo que leve, a orientação é esperar 30 dias para vacinar.

"Isso porquê, se ele está com covid, ele vai fazer um pouquinho de anticorpo", disse. Ela comentou ainda que não existe, no mundo inteiro, uma testagem em massa antes da imunização - o que pode indicar que mais pessoas assintomáticas tenham tomado a vacina estando infectadas.

"Com certeza vacinamos muita gente que estava assintomática no momento da vacinação. Mas, ter sido vacinado com covid não tem problema. E o paciente deve completar a segunda dose conforme agendamento da primeira aplicação", disse.



Hoje, Campinas utiliza as vacinas da Pfizer, Coronavac, AstraZeneca e Janssen - a última apenas sendo de dose única. De acordo com boletim epidemiológico divulgado nesta quinta-feira (15), foram aplicadas 766.243 doses, sendo deste total 577.789 primeiras doses. A segunda dose foi dada a 181.475 moradores. Já a dose única, a 6.979.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários