Campinas lança 'Feirão da Qualificação' com 7,2 mil vagas de cursos gratuitos
Reprodução: ACidade ON
Campinas lança 'Feirão da Qualificação' com 7,2 mil vagas de cursos gratuitos

A Prefeitura de Campinas lançou nesta terça-feira (20) o Feirão da Qualificação, como um dos eixos do pacote de retomada Paes (Programa de Ativação Econômica e Social) - criado na cidade para fomentar a economia no pós-pandemia. 

Neste eixo de fomento, a secretaria de Trabalho e Renda vai disponibilizar ao todo 7.237 vagas de cursos gratuitos em parceria com empresas da cidade. Os cursos serão on-line e em várias modalidades. As inscrições serão abertas amanhã (21) (leia mais abaixo).

VEJA AQUI A LISTA COM OS CURSOS

Ainda segundo a Administração, todos os cursos podem ser acessados por celular com conexão com internet.
"É um programa que foi montado para a retomada de Campinas, que considera um eixo fundamental: a qualificação de pessoas, tanto do ponto de vista individual, como do ponto de vista do empreendedorismo", disse o prefeito Dário Saadi (Republicanos), em live pelas redes sociais na tarde de hoje.

COMO SERÁ

De acordo com o secretário de Trabalho e Renda de Campinas, Gustavo Tella, houve um impacto de 219 mil demissões no mercado formal da cidade nos últimos 16 meses por conta da pandemia. "O setor de serviços teve 63% das demissões e, o comércio, 23%", disse.

Ainda segundo ele, houve um aumento no micro empreendedorismo formal e informal em Campinas, que se tornou uma opção para uma parcela expressiva dos desempregados, além da necessidade de venda em canais alternativos.

"Além dos atendimentos convencionais, de intermediação de mão-de-obra e seguro-desemprego, passamos a dar mais ênfase para o setor de qualificação. No primeiro semestre, tivemos 1,9 mil vagas de cursos. E agora serão 7,2 mil vagas até o final do ano. Isso não quer dizer que as vagas não poderão aumentar nos próximos cinco meses, porque vamos continuar cursos de qualificação para melhorar o currículo", disse.

OS CURSOS

Os cursos terão aplicação imediata ou para promover melhorias em vendas de negócio próprio. Entre os temas, estão tecnologia e idiomas, de acordo com a pasta. Do total, 28 cursos serão feitos em parcerias com o Sebrae, Senai, Senac, Microlins e Softex, além de 250 cursos de programação de computadores.

As inscrições serão abertas na quarta-feira (21), por meio do site do Cpat (Centro Público de Apoio ao Trabalhador) de Campinas. A duração de cada curso será de 20 horas. "Esse programa é mais uma preocupação de que Campinas volte a ser como antes", disse Tella.

PL

O PL (Projeto de Lei) que crie o Paes está na Câmara atualmente e há uma previsão de que ele seja votado o mais rápido possível. Atualmente, o Legislativo está de recesso e deve voltar no dia 31 de julho. "Queremos fazer com que Campinas volte como era antes da pandemia. Uma cidade de negócios, onde a economia reinava", disse o presidente da Câmara, Zé Carlos.

O PROGRAMA

No dia 14 de julho, aniversário de Campinas, a Prefeitura lançou um plano econômico para retomada de desenvolvimento da cidade após a pandemia de covid-19. Chamado de Paes (Plano de Ativação Econômico Social), o programa prevê cinco eixos de fomento, que trarão R$ 4 bilhões em investimentos, gerando cerca de 20 mil empregos.

Os eixos são: estímulo à retomada da atividade econômica; consumo das famílias; proteção social e geração de empregos; capacitação/qualificação; e melhora no ambiente de negócios.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários