Onda de frio: ônibus intensifica acolhimento de moradores de rua em Campinas
Reprodução: ACidade ON
Onda de frio: ônibus intensifica acolhimento de moradores de rua em Campinas

A partir da noite desta quinta-feira (29), a Prefeitura de Campinas utilizará um ônibus para ampliar o acolhimento de moradores em situação de rua no município. A operação começará a partir das 20h e irá até a 1h, e ocorre durante a onda de frio na cidade.

Amanhã de manhã, a sensação térmica pode ser de 0°C, segundo o Cepagri (Centro de Pesquisas Meteorológicas e Climáticas Aplicadas à Agricultura) da Unicamp.

De acordo com a prefeitura, o ônibus vai reforçar o serviço do SOS Rua. O veículo, com capacidade para 36 pessoas, foi emprestado por uma empresa de ônibus de Campinas. O serviço durará até a normalização das condições climáticas.

Desde terça-feira (27), a Secretaria Municipal de Assistência Social, Pessoa com Deficiência e Direitos Humanos de Campinas iniciou uma série de ações para acolher moradores em situação de rua. A medida é motivada pela chegada de uma frente fria intensa no município. As medidas durarão até a normalização das condições climáticas.

Você viu?

As medidas definidas foram:

1) Ampliação da abordagem de rua (Operação Inverno), com equipe volante extra em parceria com a Defesa Civil. São dois veículos e haverá um a mais da Defesa Civil;

2) Ampliação do atendimento telefônico do SOS Rua (19 99984-6496) das 18h à meia-noite (antes era das 18h às 21h);

3) Abrigamento emergencial na Casa da Cidadania, com 100 novas extras, com oferta de café da manhã;

4) Entrega de cobertores na Casa da Cidadania e no Refeitório da Cidadania;

5) Ampliação do atendimento do bagageiro das 8h às 19h (o horário anterior era das 8h às 17h). O bagageiro poderá funcionar inclusive no final de semana;

6) Ampliação da Campanha do Agasalho até 15 de agosto;

7) Ampliação do atendimento espontâneo no albergue municipal até meia-noite (antes era até 20h).

CAMPANHA DO AGASALHO E AMIGO NO TRECHO

A Prefeitura de Campinas também criou duas operações para o enfrentamento da vulnerabilidade social no inverno:

1) A Campanha do Agasalho - Iniciada no dia 26 de maio, a Campanha do Agasalho já arrecadou 11,8 toneladas de agasalhos e irá até o dia 31 de julho.

Em função da pandemia, e sob orientação do Departamento de Vigilância em Saúde (Devisa) do município, as roupas doadas ficarão durante uma semana em quarentena como medida preventiva contra o Covid-19.

As doações são distribuídas para Organizações da Sociedade Civil (OSC) parceiras e para os serviços de atendimento da Prefeitura de Campinas voltados à população em vulnerabilidade social.

Os interessados em abrir um ponto de coleta de roupas podem entrar em contato com a Prefeitura pelos telefones (19) 2116-0165 ou 2116-0281.

2) Operação "Amigo no trecho" - Iniciada em 1º de julho. O projeto envolve a Secretaria Municipal de Assistência Social, Pessoa com Deficiência e Direitos Humanos de Campinas, a Polícia Militar Rodoviária e a Concessionária Autoban. Trata-se de um serviço 24 horas que, ao identificar um morador em situação de rua nas rodovias Anhanguera e Bandeirantes, aborda e oferece acolhimento no albergue municipal.


A OPERAÇÃO INVERNO

A Prefeitura iniciou a Operação Inverno no dia 1º de maio. A ação, por meio das equipes do SOS Rua, segue até o fim de setembro. Neste período de frio, o horário noturno de abordagem das pessoas em situação de rua foi ampliado em duas horas, passou a ser das 18h à meia-noite.

O objetivo é acolher essas pessoas, se elas aceitarem, e encaminhar aos serviços da rede de proteção, de assistência social (albergue) e de saúde do município. As equipes entregam cobertores aos que recusam acolhimento no albergue. Desde o início da Operação Inverno até o momento foram distribuídos 7.045 cobertores.

Os atendimentos mensais das equipes do SOS Rua aumentaram em 50%, de 600 para 900, desde o início da Operação Inverno. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários