Covid-19: total de 'faltosos' da 2ª dose da vacina dobra em Campinas
Reprodução: ACidade ON
Covid-19: total de 'faltosos' da 2ª dose da vacina dobra em Campinas

Dados da secretaria de Saúde de Campinas apontam que o número de moradores que não retornaram para tomar a segunda dose da vacina contra a covid-19, os chamados "faltosos", dobrou no último mês no município .

Segundo o levantamento divulgado hoje (30) pela Prefeitura de Campinas a pedido do ACidade ON , 5.530 moradores não voltaram para finalizar a imunização. O dado foi fechado na quarta-feira (28).

Em junho, 2.774 moradores haviam deixado de completar a imunização na época. Este último balanço era até o dia 29 de junho (leia mais abaixo). Com isso, há um mês, o índice de faltosos era de 0,4%.

Atualmente, o índice de faltosos subiu para 0,83% na cidade.
No dia em que o balanço foi fechado, na última quarta-feira, 912.799 mil pessoas já haviam tomado a primeira dose do imunizante, aplicado em Campinas desde janeiro.

NÚMERO BAIXO

Para a diretora do Devisa (Departamento de Vigilância em Saúde) de Campinas, Andrea von Zuben, o número de faltosos é considerado baixo. "Campinas, provavelmente, tem um dos menores índices do Estado - até do Brasil - do absenteísmo da segunda dose. Temos 0,83% das pessoas que tomaram a primeira dose e não retornaram para a segunda", disse ela.

Sobre o caso, a diretora afirmou que a cidade tem feito também série de ações para diminuir o índice ainda mais. "Uma delas é a busca ativa. Nós temos o telefone e e-mail de todo mundo pelo nosso sistema de agendamento. Então, mandamos SMS e e-mail e, se eventualmente a pessoa ainda não comparecer, a gente manda para o território da área de abrangência, onde o Centro de Saúde é mais perto, e eles ligam", explicou.

Andrea afirmou ainda que alguns moradores dão justificativas para essa falta. "Uma porcentagem estava doente no momento da segunda dose e têm algumas pessoas ainda que acabaram indo a óbito. Existe, raramente, a recusa pela segunda dose. Mas temos várias estratégias para trazer as pessoas e está dando bastante certo", disse.

LEVANTAMENTO ANTERIOR

No levantamento anterior feito pelo Devisa, até o dia 29 de junho, o número de faltosos era de 2.774 moradores que deixaram de completar a imunização. Na época, o secretário de Saúde de Campinas, Lair Zambon, também avaliava que o índice de absenteísmo era baixo.

"Esse índice de absenteísmo da segunda dose em Campinas é um dos mais baixos do País e acredito que isso seja resultado da organização da vacinação, por meio do agendamento", disse.

VACINAÇÃO

De acordo com boletim epidemiológico da Saúde de Campinas divulgado hoje, já foram aplicadas 936.303 doses de imunizantes contra a covid na cidade. Deste número, foram 679.606 moradores que receberam a 1ª dose e 232.811 que voltaram para tomar a 2ª dose.

Desde o começo da pandemia de covid, em março do ano passado, a cidade perdeu 4.087 vidas para o coronavírus e 126.516 moradores se infectaram.

COMO ESTÁ O AGENDAMENTO

Hoje, o agendamento para marcar a data da aplicação da vacina está na faixa etária de 28 anos, sem doenças prévias. Esse agendamento, que é obrigatório em Campinas, foi aberto às 17h desta sexta-feira (30).

os demais grupos já contemplados, como profissionais da educação a partir de 18 anos, pessoas com comorbidades a partir de 18 anos, entre outros, continuam com a marcação aberta. O agendamento para novas doses estava suspenso desde o último dia 22 na cidade.

IMUNIZAÇÃO COMPLETA

A imunização completa prevê duas doses das vacinas do Butantan (intervalo de 21 a 28 dias entre as aplicações), assim como a da Fiocruz e Pfizer (12 semanas entre uma dose e outra).

Já a vacina Janssen, é aplicada em dose única. As pessoas que não tomaram a segunda dose do imunizante no prazo devem entrar em contato com a secretaria de Saúde por meio do telefone 160.

"

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários