Viracopos recebe mais dois voos com vacinas da Pfizer hoje
Reprodução: ACidade ON
Viracopos recebe mais dois voos com vacinas da Pfizer hoje

O Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas, recebe neste domingo (1º) dois voos com mais 2,1 milhões de doses previstas da vacina Pfizer/BioNTech , destinadas ao Ministério da Saúde. 

Essas entregas são as últimas previstas dos 13 voos anunciados no dia 19 de julho pela farmacêutica. Elas são, respectivamente, o 34º e 35º lotes enviados. Sem contar estes envios, a empresa já enviou 29,1 milhões das 200 milhões de doses da vacina Pfizer contratadas pelo governo federal.

Neste domingo, os lotes foram divididos em em dois voos. 1.053.000 doses cada um. O primeiro avião desembarcou no terminal em Campinas às 7h30. Já o segundo está previsto para as 16h30.

Após a chegada, as doses da vacina ComiRNAty são entregues ao PNI (Programa Nacional de Imunização), que distribui os imunizantes aos estados brasileiros.

Até agora, todas as entregas do imunizante acontecem pelo terminal de Campinas. A primeira entrega ocorreu em abril, quando 1 milhão de doses foram recebidas por Viracopos. 

EM AGOSTO E SETEMBRO

Entre agosto e setembro, a operação no aeroporto de Viracopos deve se intensificar,
já que há previsão de chegada de quase 70 milhões de doses que fazem parte do primeiro acordo firmado no dia 19 de março e que contempla a disponibilização de 100 milhões de vacinas até o final do terceiro trimestre de 2021.

O segundo contrato, assinado em 14 de maio, prevê a entrega de outras 100 milhões de doses entre outubro e dezembro. Ao longo do ano, a Pfizer e BioNTech irão fornecer um total de 200 milhões de doses de vacina ao Brasil para apoiar o combate à pandemia.

FABRICAÇÃO

As doses do imunizante que estão chegando ao Brasil são produzidas na fábrica da Pfizer, em Kalamazoo, no Michigan, nos Estados Unidos. As vacinas são despachadas de avião até o Aeroporto Internacional de Miami, nos Estados Unidos, para então seguir viagem rumo ao Brasil.

Os imunizantes serão descarregados do avião entre 30 minutos e 1 hora, dependendo da quantidade, e enviados para o centro de distribuição do Ministério da Saúde, em Guarulhos. De lá, as vacinas seguirão para os mais de 38 mil postos de vacinação espalhados pelo país.

"

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários