Acidente entre ônibus na Prestes Maia deixa 23 pessoas feridas
Reprodução: ACidade ON
Acidente entre ônibus na Prestes Maia deixa 23 pessoas feridas



Um acidente entre dois ônibus do transporte coletivo de Campinas deixou pelo menos 30 pessoas feridas na manhã desta quinta-feira (12). O acidente aconteceu por volta de 7h30 na Avenida Prestes Maia, no Centro. Entre as vítimas estão passageiros dos ônibus. 

Segundo a Emdec (Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas), um ônibus da linha 434, que liga o Jardim Nossa Senhora de Lourdes ao Terminal Central, bateu na traseira de um veículo da linha 214, que faz o trajeto Terminal Itajaí / Terminal Central. O acidente aconteceu próximo à passarela de pedestres, na altura do Jardim do Trevo.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, o motorista do ônibus 434 relatou que teve uma pane elétrica, não conseguiu frear e atingiu o veículo da frente. Ao todo, segundo atualização da Prefeitura, 30 pessoas ficaram feridas.

"O acidente deixou 30 vítimas leves que foram imediatamente atendidas pelas equipes do Samu e do Corpo de Bombeiros e encaminhadas para as unidades de Pronto-Socorro do Padre Anchieta (13), do São José (5), da Puc (3) e do Hospital Mário Gatti (2). Outras 7 pessoas optaram por procurar atendimento por meios próprios", informou a nota.

ATENDIMENTO NO LOCAL

Os bombeiros fizeram a triagem das vítimas na própria avenida, sendo que parte foram retiradas e imobilizadas com prancha de primeiros socorros. As vítimas com ferimentos mais específicos foram levadas a hospitais.

Ao todo, oito viaturas estiveram no local, divididas entre Samu e resgate. Equipes da Emdec fizeram o bloqueio da via, e o trânsito apresentou lentidão no local, com reflexos até mesmo na Rodovia Santos Dumont (SP-075).

O QUE DIZ OS RESPONSÁVEIS?

Em nota, a Setransp e a Emdec disseram que os dois veículos estavam com manutenção em dia. "O da linha 4.34 passou por vistorias e tinha selo de inspeção dentro do prazo de validade, com vencimento previsto para setembro/2021; e o da linha 2.14, com selo de vistoria com vencimento em dezembro/2021", disse o texto. 


A Setransp e a Emdec afirmaram ainda que vão abrir processo para apurar as circunstâncias do acidente e farão uma rigorosa investigação da ocorrência junto às empresas para conhecer as causas do acidente. 

Você viu?

O QUE DIZ OS RESPONSÁVEIS?

Em nota, a Setransp e a Emdec disseram que os dois veículos estavam com manutenção em dia. "O da linha 4.34 passou por vistorias e tinha selo de inspeção dentro do prazo de validade, com vencimento previsto para setembro/2021; e o da linha 2.14, com selo de vistoria com vencimento em dezembro/2021", disse o texto. 

A Setransp e a Emdec afirmaram ainda que vão abrir processo para apurar as circunstâncias do acidente e farão uma rigorosa investigação da ocorrência junto às empresas para conhecer as causas do acidente. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários