Prefeitos pedem redução para 60 dias no prazo da 2ª dose de vacinas
Reprodução: ACidade ON
Prefeitos pedem redução para 60 dias no prazo da 2ª dose de vacinas



O prefeito de Campinas, Dário Saadi (Republicanos) fez parte do grupo que esteve em Brasília nesta quarta-feira (11) para discutir com o secretário-executivo do Ministério da Saúde, Rodrigo Cruz, a possibilidade de redução do prazo da segunda dose das vacinas Pfizer e AstraZeneca, contra a covid-19, para 60 dias.

O objetivo, segundo os gestores, seria garantir a imunização de toda a população acima de 30 anos até novembro, em vez de janeiro como previsto.

Os prefeitos integram consórcio de saúde Conectar, liderado pela FNP (Frente Nacional de Prefeitos), que reúne mais de 2.500 cidades.  

"Nosso objetivo é buscar alternativas para reduzir a transmissão e contágio, especialmente da variante Delta", disse Dário, que é vice-presidente de Saúde da FNP.  

Segundo ele, todos os prefeitos são unânimes em afirmar que a medida de antecipação seria importante para promover mais segurança no período em que crescem os deslocamentos da população pelas festividades de Natal e Ano Novo.

Você viu?

A REUNIÃO

Segundo Edvaldo Nogueira, presidente da FNP, a reunião teve bons encaminhamentos. Ele ressaltou a discussão sobre a continuidade da vacinação.

"Serão 28 milhões de doses em agosto e mais 60 milhões em setembro, o que vai possibilitar, até o fim de setembro, vacinarmos com a primeira dose mais de 90% da população a partir de 18 anos." Ele acrescentou que a sinalização do Ministério em relação à antecipação das segundas doses. "À medida em que vacinarmos as pessoas a partir de 18 anos, vamos poder antecipar a imunização completa da população brasileira", afirmou.


Além do prefeito Dário, também participaram das reuniões os prefeitos Edvaldo Nogueira (Aracaju/SE), Gean Loureiro (Florianópolis/ SC), Jairo Jorge (Canoas/ RS), Ulisses Maia (Maringá / PR), Duarte Nogueira (Riberão Preto/SP), Miguel Coelho (Petrolina/ PE), Paulo Serra (Santo André/ SP), Dario Saadi (Campinas/SP) e Colbert Martins (Feira de Santana/BA).

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários