Dia de Frio em Campinas.
Fernanda Sunega/PMC
Dia de Frio em Campinas.

As pessoas que moram na região de Campinas já começaram a sentir, no final da tarde de ontem (11), a segunda onda de frio prevista para o mês de agosto. Apesar do vento gelado e temperatura mínima registrada de 13ºC , o tempo segue seco e sem previsão de um volume grande de chuva. 

De acordo com o Cepagri (Centro de Pesquisas Meteorológicas e Climáticas Aplicadas à Agricultura), as chances de chuva são realmente muito pequenas nesta semana. A possibilidade só aparece a partir do dia 20 de agosto. 

"De 20 a 28 de agosto temos possibilidade, mas com pouco volume de chuva. Além disso, temos observado que a chuva da Primavera tem atrasado um pouco mais, é uma verificação das últimas décadas. O retorno das chuvas tem ocorrido na segunda quinzena de setembro e novembro", afirmou a meteorologista do Cepagri Ana Ávila. 

A última chuva com volume expressivo registrada na cidade ocorreu no dia 27 de julho e quando choveu 20 milímetros. 

Você viu?

E O FRIO? 

As temperaturas devem voltar a cair nesta quinta-feira (12), em Campinas. A tarde segue com sol entre nuvens e rajadas de vento que devem derrubar a temperatura principalmente a noite. A previsão é de mínima prevista de 13ºC. 

Já no fim de semana, as temperaturas devem voltar a subir, mantendo temperaturas que chegam a 25ºC. 

HISTÓRICO 

Segundo o Cepagri, agosto, na região de Campinas, é tipicamente o mês com menor acumulado de chuva, e com temperaturas voltando a subir. 

Considerando o período 1991 - 2020, as médias para a cidade são: 25,2 mm de chuva acumulada, e temperaturas médias de 13,5ºC (média das mínimas), 20,4ºC (média mensal), e 27,2ºC (média das máximas). 

Esses valores são de referência com base em um período longo, que incorpora extremos e grande variabilidade, e que ajudam a avaliar o comportamento das variáveis meteorológicas ao longo do mês e possíveis anomalias que possam ocorrer.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários