Câmara aprova reforma administrativa da Rede Mário Gatti.
Reprodução
Câmara aprova reforma administrativa da Rede Mário Gatti.


Os vereadores de Campinas aprovaram, em votação final na noite de ontem (18) o PLC (Projeto de Lei Complementar) que define os termos da reforma administrativa na Rede Municipal Mário Gatti de Urgência, Emergência e Hospitalar. 

A sessão foi marcada pela volta aos trabalhos de plenário do vereador Professor Alberto (PL), que ficou internado por 46 dias por conta das complicações da covid-19 (leia mais abaixo).

A proposta aprovada pelos vereadores, estabelece a extinção e a criação de cargos em comissão e funções de chefia. Ao todo ficam extintos 107 cargos em comissão e 35 funções gratificadas, e são criados outros 18 cargos em comissão. O projeto foi aprovado por 24 votos favoráveis contra seis contrários das bancadas do PT, PSOL e PCdoB.

"Essa matéria atende uma determinação do Órgão Especial do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo para adequar a legislação municipal à Constituição Federal. O projeto, além de valorizar o quadro de servidores de carreira, que ocuparão as novas funções por mérito, trará uma economia de custo para a administração pública, pois vai reduzir a folha salarial", disse o vereador Luiz Rossini (PV), líder de governo na Câmara.

Você viu?

O texto vai agora para ser sancionado pelo prefeito de Campinas.


A VOLTA

No retorno às atividades plenárias do Professor Alberto, primeiro-secretário do Legislativo de Campinas, a sessão foi marcada por momentos de emoção. 

Sentado em uma cadeira de roda, em um local especialmente reservado, o parlamentar fez um discurso emocionado por 17 minutos, lembrando os momentos difíceis pelos quais passou durante os dias que ficou na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) em dois hospitais da cidade.

Com a voz rouca e embargada, ele agradeceu as pessoas que o ajudaram no processo de recuperação, bem como as mensagens de apoio que recebeu ao longo dos 46 dias em que esteve internado. 

"Não quero esquecer o que minha família, os vereadores, as autoridades políticas, o presidente dessa Casa e os amigos de Campinas fizerem por esse mim durante os dias de sombra de morte durante os momentos traumáticos pelos quais passei", frisou o Professor Alberto, que foi aplaudido em pé pelos presentes nas galerias do plenário após seu discurso.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários