Em Campinas, 65% de bares e restaurantes aumentam valor de cardápio
Reprodução: ACidade ON
Em Campinas, 65% de bares e restaurantes aumentam valor de cardápio

Um levantamento da Abrasel (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes) apontou que o valor do cardápio aumentou em 65% dos restaurantes da região de Campinas. Isso ocorreu devido a alta de preços de alimentos e bebidas, que influenciou o reajuste no setor.

Segundo o estudo, deste grupo que teve aumento de preços, 44% reajustaram os preços dos pratos e bebidas entre 5% a 10%. Outros 20% aumentaram entre 10% a 15% o valor do cardápio.

Por fim, o maior aumento - de 20% - foi feito por 4% dos restaurantes da região de Campinas. No total, a Abrasel tem 30 mil estabelecimentos cadastrados.

Além da alta em insumos, houve acréscimo na conta de energia e no valor do gás de cozinha. O aumento tem sido sentido pelos clientes. "Antes, eu pagaria na faixa de R$ 20 o almoço. Hoje paguei na faixa de R$ 28. Temos que trabalhar para pagar", disse a corretora de imóveis Marina Berrinbac.

"A gente conseguia comer fora três vezes por semana anteriormente. Agora, não dá. É só sexta-feira na hora do almoço e o resto, em casa", disse a também corretora de imóveis Beatriz Martins.

NOS COMÉRCIOS

De acordo com o presidente da Abrasel de Campinas, Matheus Mason, metade dos entrevistados aumentou os preços entre 5 a 10%, o que não seria suficiente para absorver todos os custos.

"Mas, o estabelecimento também não teria condição de repassar tudo isso porque a população está com a renda comprimida. É uma maneira do mercado se ajustar. Mas isso faz com que o cliente pague um pouco mais na refeição", disse.

Em um restaurante de Campinas, o proprietário André Biazzo falou que, devido aos aumentos expressivos em mercadorias como frango e carne, houve a necessidade de reajustar o cardápio. "Ao longo do tempo fica impraticável manter a mesma tabela de preço que a gente tinha antes", disse. (Com informações da EPTV Campinas)

"

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários