Campinas esta, desde ontem com o céu cinzento. (Foto: Denny Cesare/Código 19)
Campinas esta, desde ontem com o céu cinzento. (Foto: Denny Cesare/Código 19)

Quem mora em Campinas e olhou para o céu, entre ontem e hoje (9), se deparou com ele bastante cinzento. Embora a previsão de nebulosidade variável fosse esperada pelos meteorologistas para essa semana, as condições de baixa dispersão de poluentes na cidade estão potencializando a quantidade de fumaça no ar, deixando o céu opaco e mais acinzentado. 

Você viu?

A explicação é do meteorologista Bruno Bainy, do Cepagri (Centro de Pesquisas Meteorológicas e Climáticas Aplicadas à Agricultura), da Unicamp. 

"Isso ocorre por conta da poluição atmosférica. Esse período de estiagem a gente tem falta de chuva e massas de ar que persistem. O tempo seco também favorece as queimadas e as condições meteorológicas que, em geral, nesse período de Inverno, são menos favoráveis a dispersão dos poluentes", explicou.

Além disso, o efeito da falta de chuva e o aumento dos números de queimadas na região também agem negativamente sobre ar da cidade. 

CHUVA
Hoje ainda está previsto um aumento na cobertura de nuvens a partir da tarde, culminando em chuva na região sobretudo a partir do meio da tarde. Há chances moderadas de temporais, de acordo com o Cepagri. 

QUALIDADE DO AR

Esse efeito é demonstrado nas medições dessa quinta-feira da Cetesb (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo), referente a qualidade do ar de Campinas, considerada como "ruim a muito ruim" na região do Taquaral. 

"A falta de chuva também é um problema. Tanto no agravamento das queimadas quanto limitando a remoção da poluição atmosférica. A chuva faz o que chamamos de deposição úmida, que basicamente coleta os poluentes e depositam no chão, limpando a atmosfera", complementa Bruno.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários