Vacinação em Campinas.
Carlos Bassan/PMC
Vacinação em Campinas.


Você viu?

A secretaria de Saúde de Campinas anunciou no começo da noite desta quinta-feira (9) o adiamento da abertura do agendamento da terceira dose da vacina contra a covid-19 para maiores de 85 anos. A abertura estava prevista para esta sexta-feira (10).

No entanto, por problemas técnicos, ela será adiada para semana que vem . A pasta não informou a data precisa da abertura do agendamento.

Em nota oficial, a secretaria disse que "a medida foi tomada para agilizar e facilitar o processo de escolha do local, data e horário". A pasta também ressaltou que as doses deste público estão garantidas.

A dose extra é destinada a idosos que completaram a vacinação em duas doses há mais de seis meses. A diretora do Devisa (Departamento de Vigilância em Saúde) de Campinas, Andreia von Zuben, afirmou hoje em uma live nas redes sociais da Prefeitura que o sistema de agendamento não concluirá o cadastro para pessoas que não tiverem o período de seis meses entre as doses.

APLICAÇÃO NO SÁBADO

Apesar do agendamento ter sido suspenso, as aplicações das doses de reforço em ILPIs (Instituições de Longa Permanência de Idosos) começam no próximo sábado (11). Nesta primeira fase serão vacinados acamados e moradores dos asilos.

Para esse público não foi necessário agendamento, uma vez que profissionais da saúde irão até as instituições. "Nossas equipes irão até a casa dos idosos acamados e às ILPIs, como já foi feito nas primeiras etapas", disse a diretora.

Após este grupo, será aberto o agendamento em ordem decrescente, conforme determinação do PEI (Programa Estadual de Imunização), até atingir todas as pessoas com 60 anos ou mais.

NÚMERO

Em Campinas, segundo levantamento do Devisa, esse público da primeira etapa é composto por 4.157 pessoas.

A vacinação será nos 64 Centros de Saúde municipais que já fazem a imunização dos demais públicos (apenas as unidades do Campina Grande, Carlos Gomes e Boa Esperança não aplicam a vacina contra a covid).



REFORÇO NA IMUNIZAÇÃO

A dose de reforço foi anunciada pelo governo do Estado no dia 25 de agosto. A vacinação, prevista para início nesta segunda (6) deverá contemplar todos os idosos com mais de 60 anos e imunossuprimidos até o dia 10 de outubro.

O objetivo principal é garantir proteção adicional à população mais vulnerável a variantes mais contagiosas do coronavírus, como a delta. No dia 31 de agosto, o governo estadual confirma variante delta em Campinas.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários