Estado divulga lista de 220 moradores de Campinas aprovados no Bolsa Trabalho.
Reprodução
Estado divulga lista de 220 moradores de Campinas aprovados no Bolsa Trabalho.



O governo do Estado de São Paulo divulgou nesta terça-feira (14) a lista dos 220 moradores de Campinas que vão participar do programa Bolsa Trabalho . O programa prevê auxílio de R$ 535 mensais durante cinco meses para pessoas em situação de vulnerabilidade.

A relação dos aprovados no programa está disponível na versão de hoje do Diário Oficial do Estado, e pode ser conferida aqui (pág 75). Segundo a Prefeitura de Campinas, os selecionados vão receber comunicação por e-mail do governo do Estado, além de telefonema da Administação. Até o final do mês passado, 1,1 mil pessoas já tinham se incrito no programa.

Após comunicados, os aprovados terão que comparecer ao Cpat (Centro Público de Atendimento ao Trabalhador), até quinta-feira (16), das 9h às 12h e das 13h às 16h, para assinar o termo de adesão e responder a um questionário com o perfil profissional. O Cpat fica na Avenida Campos Salles, 42, no Centro.

O PROGRAMA

O programa oferta vagas de trabalho em órgãos públicos por 4h diárias em cinco dias da semana, além de curso de qualificação profissional virtual, e bolsa-auxílio de R$ 535 por cinco meses. Os interessados puderam escolher entre seis opções de cursos profissionalizantes virtuais da Univesp (Universidade Virtual do Estado de São Paulo) e do Centro Paula Souza, com duração de 80 horas. 

Segundo o governo, o objetivo do programa é promover qualificação profissional e geração de renda para pessoas em vulnerabilidade social. O projeto priorizou pessoas desempregadas, principalmente mulheres chefes de família, que trabalharão na administração pública municipal ou estadual recebendo o auxílio.


O início das atividades está previsto para 15 de setembro. Entre os cursos ofertados estão: auxiliar de controle de produção e estoque, gestão administrativa, gestão de pessoas, organização de eventos, rotinas e serviços administrativos e secretariado e recepção

PROCESSO

Você viu?

Após assinar o termo de adesão, os selecionados passarão por capacitação oferecida pela Univesp, relacionada à área na qual vão atuar. De acordo com a Administração, o direcionamento desses profissionais será feito de acordo com o perfil e necessidade de cada secretaria. 

A bolsa, de R$ 535,00, será paga pelo Governo do Estado.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários