Polícia prende GM afastado por tentativa de feminicídio em Campinas.
Paula Vieira/SSP
Polícia prende GM afastado por tentativa de feminicídio em Campinas.


A Polícia Civil de Campinas prendeu nesta terça-feira (21) um guarda municipal por tentativa de feminicídio. O caso aconteceu me março desse ano e corria na Justiça. O homem, de 35 anos, está afastado da corporação há cinco anos por problemas psicológicos e um processo disciplinar foi aberto para apurar o caso (leia mais abaixo).

De acordo com a 2ª DDM (Delegacia de Defesa da Mulher), a equipe cumpriu um mandado de prisão preventiva, cujo processo estava correndo na Justiça. A prisão foi as 6h da manhã, em casa, no bairro Campos Elíseos, em Campinas.

Segundo a polícia, o homem atirou contra a atual namorada durante uma festa em família em março desse ano. O tiro pegou de raspão. Ele já está detido no presídio de Tremembé.

A GUARDA

Em nota oficial, a Corregedoria da Guarda Municipal de Campinas disse que "foi acionada na manhã desta terça-feira, devido o cumprimento de um mandado de prisão preventiva, emitido pela Delegacia de Defesa da Mulher contra um agente da GM".


Ainda segundo a corporação, "o homem já estava afastado das funções da Guarda Municipal, não houve flagrante e as circunstâncias do fato estão sendo averiguadas".

Ainda em nota, a Corregedoria disse que "já abriu um processo disciplinar para apurar o caso, já que esse tipo de conduta investigada é incompatível com os valores e com a função da Guarda Municipal. O processo correrá sob sigilo e, assim, mais detalhes não serão divulgados".

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários