Jogadores reclamaram do lance em texto divulgado nas redes sociais (Foto: Reprodução/Instagram)
Jogadores reclamaram do lance em texto divulgado nas redes sociais (Foto: Reprodução/Instagram)

Leia Também

Em um texto publicado nas redes sociais, os jogadores da Ponte Preta se manifestaram contra a marcação do pênalti que resultou no gol de empate do Vila Nova no jogo da noite deste sábado (2) pela Série B , no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas. A diretoria também reclamou do lance (veja abaixo).

O texto assinado pelos atletas fala em "pênalti inexistente" e afirma que "as decisões dos senhores Adriano Barros Carneiro, que apitou o jogo, e do responsável pelo VAR, Wanderson Alves de Sousa, foram equivocadas, inexplicáveis e de uma incompetência que pode ser vista e confirmada".

"Como jogadores profissionais e integrantes de uma instituição à qual nos dedicamos e que merece todo o respeito, esperamos que a CBF atenda ao justo protesto de nossa diretoria e tome providências até mesmo para que o sistema adotado não caia em total descrédito" encerra o comunicado divulgado.

DIRETORIA

Logo após a partida, a diretoria da Macaca cancelou a entrevista coletiva sobre o jogo e se pronunciou através do executivo de futebol do clube, Alarcon Pacheco.

"Gostaria de lamentar isso que aconteceu aqui, mais uma vez, com a Associação Atlética Ponte Preta. Uma coisa absurda. Um lance que todo mundo viu, a TV viu. Todos viram que não foi penalidade. Mais uma vez no final da partida, assim como foi também em Maceió, onde o árbitro foi pressionado", disse ele.

O LANCE

A jogada polêmica aconteceu no último minuto de jogo, quando a Ponte vencia a partida por 1 a 0. O árbitro Adriano Barros Carneiro foi chamado pela cabine do VAR com a bola rolando para analisar uma jogada de um possível pênalti a favor dos visitantes. Ele viu as imagens na cabine e marcou a penalidade.

Pedro Júnior fez a cobrança e empatou o jogo para o Vila Nova pouco antes do apito final. Com o resultado, a Macaca chegou a 33 pontos. O time alvinegro tem seis pontos de vantagem para o Londrina, que abre o Z-4, e volta a jogar pela Série B na próxima terça (03), quando visita o Avaí, às 19h, na Ressacada.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários