Campinas começará a vacinar com terceira dose profissionais da saúde (Foto: Prefeitura de Campinas)
Campinas começará a vacinar com terceira dose profissionais da saúde (Foto: Prefeitura de Campinas)

A secretaria de Saúde de Campinas anunciou nesta terça-feira (5) que começa hoje a vacinação com a dose adicional nos profissionais de saúde de Campinas que receberam a segunda dose da vacina há pelo menos seis meses.  Assim como no início da campanha, os funcionários de hospitais da cidade serão os primeiros a ser vacinados.  

Atualmente, podem tomar a chamada 'terceira dose' da vacina na cidade idosos com mais de 60 anos e pessoas com alto grau de imunossupressão, com 18 anos ou mais, mediante agendamento no site da Prefeitura .  

Para profissionais da saúde, no entanto, não será necessário agendar o complemento da imunização, sendo que a vacinação será feita nos próprios hospitais.  

REFORÇO NA IMUNIZAÇÃO

Leia Também

A vacina de reforço em profissionais de saúde foi anunciada na última semana pelo governo estadual , e começou a ser aplicada ontem no Estado. Em São Paulo, cerca de 1 milhão de trabalhadores de serviços públicos e privados de saúde, como hospitais, clínicas e ambulatórios, poderão receber este reforço na sua imunização. 

A estratégia para incrementar a proteção das pessoas vacinadas com a chamada 'terceira dose' foi iniciada no dia 6 de abril, com a priorização de 1 milhão de idosos e adultos imunossuprimidos. O calendário deste público foi programado com escalonamento das faixas etárias, começando pelos mais velhos.   

O objetivo principal, segundo o Estado, é garantir proteção adicional à população mais vulnerável a variantes mais contagiosas do coronavírus, como a delta. No dia 31 de agosto, o governo estadual confirma variante delta em Campinas .

Leia Também

HISTÓRICO

Em Campinas, a técnica de enfermagem da enfermaria do HC (Hospital de Clínicas) da Unicamp Liane Santana Mascarenhas Tinoco, de 48 anos, foi a primeira a receber a vacina em Campinas. A vacinação ocorreu no dia 18 de janeiro. 

Na época, O evento contou a com participação do governador João Doria (PSDB), do prefeito de Campinas, Dário Saadi (Republicanos) e do então reitor da Unicamp, Marcelo Knobel. 

No mesmo dia, outros profissionais do hospital da Unicamp também receberam doses da Coronavac. Já no dia 21 de janeiro, foi a vez dos profissionais da Prefeitura de Campinas e da rede privada, começando pelo Hospital Mário Gatti. 

No total, são estimados xxx mil profissionais de saúde da rede municipal e privada. Da rede estadual, que trabalham no HC (Hospital de Clínicas) da Unicamp, são 3 mil profissionais.
"

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários