O cão foi doado para a GM por um criador de Paulínia e mesmo sem idade suficiente para começar o adestramento para se tornar um K9 (cão policial), Korus já está em fase de adaptação. (Foto: Carlos Bassan/Prefeitura de Campinas)
O cão foi doado para a GM por um criador de Paulínia e mesmo sem idade suficiente para começar o adestramento para se tornar um K9 (cão policial), Korus já está em fase de adaptação. (Foto: Carlos Bassan/Prefeitura de Campinas)

O filhote de pastor alemão batizado de Korus é o mais novo integrante da família dos cães policiais no Canil da Guarda Municipal de Campinas. Com apenas dois meses e meio de idade, ele chegou na corporação a pouco menos de um mês e já participa de treinamentos.

O cão foi doado para a GM por um criador de Paulínia e mesmo sem idade suficiente para começar o adestramento para se tornar um K9 (cão policial), Korus já está em fase de adaptação.

Segundo a GM de Campinas, por enquanto, ele está só com as atividades lúdicas, brincando com bolinhas e outros objetos, sendo estimulado o tempo todo pela equipe de treinadores.  

"Essas brincadeiras já são um jeito dele se interessar pela caça, para o trabalho de faro", explicou o adestrador da GM Fábio Risso.

Por enquanto, ele virou o mascote da Base da GM, no São Bernardo, e brinca o tempo todo com a equipe de funcionários do local
Ainda segundo o adestrador, conforme ele for crescendo, serão colocadas em seu treinamento novas brincadeiras.

Leia Também

O cão foi doado para a GM por um criador de Paulínia e mesmo sem idade suficiente para começar o adestramento para se tornar um K9 (cão policial), Korus já está em fase de adaptação. (Foto: Carlos Bassan/Prefeitura de Campinas)
O cão foi doado para a GM por um criador de Paulínia e mesmo sem idade suficiente para começar o adestramento para se tornar um K9 (cão policial), Korus já está em fase de adaptação. (Foto: Carlos Bassan/Prefeitura de Campinas)

"Cada cachorro tem uma personalidade distinta e o adestramento é direcionado de acordo com o interesse do animal, se é para faro, proteção ou os dois", esclarece Risso. "Mas já deu para notar que o Korus não tem medo de nada", completou.  

Para que o cachorro fique pronto para poder trabalhar junto com os guardas municipais em operações, o treinamento ainda dura pelo menos um ano. 

Leia Também

O cão foi doado para a GM por um criador de Paulínia e mesmo sem idade suficiente para começar o adestramento para se tornar um K9 (cão policial), Korus já está em fase de adaptação. (Foto: Carlos Bassan/Prefeitura de Campinas)
O cão foi doado para a GM por um criador de Paulínia e mesmo sem idade suficiente para começar o adestramento para se tornar um K9 (cão policial), Korus já está em fase de adaptação. (Foto: Carlos Bassan/Prefeitura de Campinas)


PERFIL

O faro dos pastores alemães é importante no trabalho de policiamento e segurança. Eles são capazes de distinguir mais de 250 cheiros diferentes.
Na Guarda Municipal, eles acompanham operações e atuam como cães farejadores de entorpecentes, de armas, munições e de proteção. Quando encontram substâncias ilícitas, por exemplo, eles deitam ao lado do objeto suspeito para chamar a atenção do guarda que o acompanha.  

O CANIL

No Canil da Guarda Municipal de Campinas há três treinadores e um total de sete cães, seis machos e uma fêmea.  



Três pastores alemães já atuam em operações: Cheddar, de dois anos; Flecha, 4 anos; e Naruk, o mais velho, com cinco anos. Ainda tem Bart, da raça Beagle, que é treinado para apresentações de "show dog" com crianças; Polar, um labrador caramelo de um ano que está sendo treinado para operações que exigem o faro; e a única fêmea é a Dim, uma pastor alemão, também sendo preparada para o trabalho em campo.

De forma geral, os cachorros se aposentam quando chegam aos oito anos de idade, mas isso pode variar, conforme as condições físicas do animal.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários