Programa oferece auxilio a autônomos informais em situação de vulnerabilidade (Foto: Marcello Casal Jr. / Agência Brasil)

A região de Campinas tem 6.501 vagas abertas para a segunda etapa do programa Bolsa Empreendedor, destinado para desempregados ou MEIs (Microempreendedores Individuais) em situação de vulnerabilidade em todo o Estado . As inscrições para a nova etapa do programa começam ontem (14) no Estado.

O programa é aberto a todos os desempregados ou informais, que serão capacitados para ter um pequeno negócio ou se formalizar. Será disponibilizada uma bolsa-auxílio de R$ 1 mil, em duas parcelas de R$ 500. Na primeira etapa do programa, foram ofertadas 11.924 vagas para a região.

Para ter acesso ao programa, os autônomos devem participar de um curso gratuito de empreendedorismo do programa Empreenda Rápido, com frequência mínima de 75%. Todos também devem obter formalização como MEI ou outra natureza jurídica.  

Leia Também

COMO FAZER

Os candidatos devem ser maiores de 18 anos, ser residentes no Estado de São Paulo e não constar como empresários ou administrador de pessoa jurídica inscrita no CNPJ.

As inscrições podem ser realizadas até o dia 24 de outubro pela internet - clique aqui. A divulgação dos selecionados acontece no dia 25 de outubro. 

Leia Também

COMO FUNCIONA

Os alunos são apresentados a temas como empreendedorismo, ideia de negócios, marketing, finanças e formalização, entre outros. A próxima turma está prevista para iniciar em 22 de novembro. 

Os cursos do Empreenda Rápido são oferecidos pelo Estado em parceria com o Sebrae-SP. As capacitações ocorrem em formato presencial, com carga horária de 20 horas, ou com dez horas-aula online. 

Segundo o governo paulista, esta segunda etapa do Bolsa Empreendedor deve beneficiar, direta e indiretamente, cerca de 180 mil pessoas. Haverá ordem de prioridade de acordo com a quantidade de vagas disponíveis em cada região.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários