Balanço: Campinas tem 2.298 casos de dengue desde janeiro deste ano.
Reprodução
Balanço: Campinas tem 2.298 casos de dengue desde janeiro deste ano.


Leia Também

Desde janeiro deste ano, Campinas acumulou 2.298 casos de dengue, de acordo com balanço divulgado pela decretaria de Saúde nesta terça-feira (19). A incidência é de 185 ocorrências para cada 100 mil habitantes.

Em relação ao último boletim, do mês passado, foram 24 novas confirmações. Ainda de acordo com a pasta, as regiões Sudoeste (distrito do Ouro Verde) e Sul (região do Parque Oziel e Jardim São Gabriel) do município são as que têm mais registros, com 620 e 477, respectivamente. Na sequência estão as regiões Leste, com 463; Norte, com 440; e Noroeste, com 298.

Em nota, a Prefeitura disse que mantém um programa de controle e prevenção da doença por meio do Comitê de Prevenção e Controle das Arboviroses. Cada cidadão, porém, precisa fazer a sua parte, destinar corretamente os resíduos e cuidar dos seus espaços, para evitar criadouros.

Segundo o Devisa (Departamento de Vigilância em Saúde) de Campinas, 80% dos criadouros estão dentro dos domicílios. Por isso, alerta o Comitê, a luta contra o mosquito transmissor, o Aedes aegypti, exige a contrapartida de toda a sociedade.



Para acabar com a proliferação do mosquito, os vasos de plantas aquáticas devem ter a água trocada semanalmente e os pratinhos dos vasos devem ser eliminados.

Também é preciso remover latas, pneus e outros objetos que possam acumular água. É importante, ainda, vedar a caixa dágua e limpar a calha. Os vasos sanitários que não estão sendo usados devem ficar fechados, assim como os ralos.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários