Vereadores durante sessão ordinária na Câmara de Campinas (Foto: Diretoria de Comunicação Institucional da CMC)
Vereadores durante sessão ordinária na Câmara de Campinas (Foto: Diretoria de Comunicação Institucional da CMC)

A Câmara de Campinas aprovou nesta quarta-feira (27) o PL (Projeto de Lei) do prefeito Dário Saadi (Republicanos) que amplia a licença-paternidade aos servidores municipais por mais 15 dias, além dos cinco já previstos atualmente.

Leia Também

A proposta foi o sexto item a ser analisado e recebeu 28 votos favoráveis. As emendas e subemendas apresentadas foram aprovadas por 29 vereadores presentes. Somente Paulo Gaspar (Novo) foi contrário nas duas votações.

O intuito do texto é valorizar e tornar efetivos os princípios e diretrizes das políticas públicas para a primeira infância. A iniciativa é fruto de um grupo de trabalho formado no início do ano por membros de cinco secretarias.

Na época, a então secretária de Assistência Social e atual responsável pela pasta de Gestão e Desenvolvimento de Pessoas, Eliane Jocelaine Pereira, defendeu o projeto e disse que a medida segue a legislação nacional sobre o assunto.

"Essa etapa da vida é essencial para evitar agravos da fase adulta. Quanto mais estímulos as crianças tiverem, melhor chegarão à vida adulta. A partir disso, e também do Marco Legal da Primeira Infância, instituímos esse grupo", disse.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários