Hospital Mário Gatti (Foto: Carlos Bassan/PMC)
Hospital Mário Gatti (Foto: Carlos Bassan/PMC)

Leia Também

O Hospital Municipal Mário Gatti, em Campinas,iniciou no último sábado um mutirão de cirurgias urológicas para reduzir a demanda que ficou reprimida durante a pandemia. Ao todo, serão realizados 24 procedimentos até o feriado de 2 de novembro.

De acordo com a Administração, o serviço de urologia e as áreas envolvidas realizarão seis cirurgias por dia, sendo quatro de próstata e duas nefrolitotripsias percutâneas.

Este será o segundo mutirão a ser realizado pela Rede Mário Gatti neste mês o anterior, entre os dias 9 e 12, foi destinado às cirurgias ortopédicas, quando ocorreram 20 procedimentos.

RETOMADA

As cirurgias foram suspensas na rede pública de saúde no início da pandemia, em março, e depois retomadas no final de julho. Desde então, a retomada das cirurgias eletivas ocorre de forma gradual.

Mas o aumento da necessidade de internação de pacientes infectados pelo coronavírus levou a uma nova suspensão, em dezembro, para poder garantir os leitos necessários aos pacientes com covid. Apesar da suspensão, as cirurgias oncológicas e as inadiáveis continuaram ocorrendo.

FILA ÚNICA?

Além disso, a Rede Mário Gatti e a secretaria Municipal de Saúde estão organizando uma fila única de pacientes que esperam por cirurgias eletivas há pessoas inscritas em diversas listas, outras em que o procedimento, que era eletivo, acabou se tornando de urgência pela demora e já foram operadas.

A previsão é de que esse trabalho esteja concluído até o final do ano. O projeto inclui a Rede Mário Gatti e os hospitais conveniados, com definição de metas.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários