Jogadores do Vôlei Renata. (Foto: Pedro Teixeira/Vôlei Renata)
Jogadores do Vôlei Renata. (Foto: Pedro Teixeira/Vôlei Renata)


Com grande festa da torcida do Ginásio do Taquaral, Vôlei Renata e Fiat/Gerdau/Minas fizeram um jogaço neste domingo (7). Rallys, defesas, grandes ataques e partida equilibradíssima. Em Campinas, os mineiros acabaram se dando melhor e levaram o duelo, por 3 a 1 (26/24; 18/25; 35/33 e 25/33) para 1060 torcedores, em jogo válido pela terceira rodada da Superliga Masculina.

O Vôlei Renata volta a jogar contra o Azulim/Gabarito/Uberlândia, no próximo sábado (13), às 17h. O duelo acontece no Ginásio Raul Belém, em Monte Carmelo-MG, e terá transmissão do Canal Vôlei Brasil. 

O grande destaque do Vôlei Renata, e do jogo, foi o oposto Evandro, com 27 pontos. Lucão veio logo atrás com 15, sendo cinco no bloqueio. Quem também formou o paredão campineiro foi o central Judson, que anotou quatro pontos no fundamento e terminou com nove na partida. Adriano anotou onze e Canuto dez.

"Tivemos um grande jogo. As duas equipes buscaram a vitória o tempo todo. Foi um jogo intenso, grandes defesas, grandes bloqueios, mas infelizmente não conseguimos sair com o resultado. Empatamos o jogo 1 a 1, no terceiro set, conseguimos uma vantagem boa, só que mais uma vez a gente deixou escapar. Isso a gente tem que melhorar. Criamos a oportunidade, construímos uma vantagem, não podemos nos dar o luxo de perder essa gordura em duas rotações", comenta o técnico Marcos Pacheco.

O JOGO

O primeiro set teve todos os ingredientes que o confronto prometia. Com volume de saque, bom aproveitamento do oposto Evandro, o Vôlei Renata logo pulou na frente do placar em contra-ataque do oposto (5 a 3). Sem perder o ritmo, os campineiros obrigaram o adversário a pedir tempo após bloqueio de Lucão (8 a 5). Apesar da desvantagem, os mineiros não desistiram e o empate seguiu até o final, onde os visitantes aproveitaram melhor as oportunidades e fecharam: 26 a 24.

O Vôlei Renata voltou impondo forte volume no começo do segundo set no sistema defensivo. Em contra-ataque, Evandro deu a vantagem aos campineiros, logo na sequência Canuto parou Evandro no simples (6 a 3). O time comandado pelo técnico Marcos Pacheco não tirou o pé do acelerador e ampliou em ace de Evandro (9 a 5). O saque seguiu fazendo a diferença. Canuto acertou a linha no serviço e aumentou a diferença (11 a 6). Sem deixar o adversário respirar e com Evandro inspirado no ataque, os donos do Taquaral não tiveram problema para seguir dominando. Na reta final, Judson parou ataque adversário (24 a 18) e Canuto fechou em ataque na paralela: 25 a 18.

Os campineiros mantiveram o embalo da parcial anterior e assumiram o comando do placar em passagem de Evandro pelo saque. Primeiro, Lucão anotou belo bloqueio pelo meio (9 a 8), depois Adriano aproveitou oportunidade em contra-ataque (10 a 8). O Vôlei Renata não diminuiu o ritmo e seguiu ampliando. Em contra-ataque, Canuto obrigou o adversário a pedir tempo (18 a 13). Na reta final, o Minas conseguiu se recuperar, em boa sequência de saques, e o jogo ganhou emoção na reta final. Com a tensão à flor da pele, os dois times foram trocando pontos. Lucão anotou belo bloqueio para deixar os campineiros em vantagem (33 a 32). Os visitantes, contudo, tiveram número menor de erros e fizeram 2 a 1: 35 a 33.

O quarto set foi lá e cá. Nenhum dos times conseguiu desgarrar no início da parcial. Judson anotou dois pontos de bloqueio seguidos para deixar tudo igual (4 a 4). Em outro block, desta vez, com Canuto, o Vôlei Renata obrigou o adversário a pedir tempo (13 a 12). O jogo seguiu equilibrado, com belos ataques dos dois lados. Em um deles, Evandro veio do fundo para deixar tudo igual (22 a 22). Os visitantes acabaram sendo mais efetivos, fizeram 25 a 23 e fecharam a partida.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários