Projeto da fachada do Shopping Popular de Campinas.
Divulgação
Projeto da fachada do Shopping Popular de Campinas.


A obra do novo camelódromo de Campinas, conhecido como Mercado Popular, deve começar no início do ano que vem. O anúncio foi feito nesta quinta-feira (11) pela Prefeitura de Campinas, após a assinatura do contrato para a construção do local.

De acordo com a Administração, o contrato foi assinado entre o Sindipeic (Sindicato dos Empreendedores Individuais de Ponto Público Fixo e Móvel de Campinas) e a Engemon Comércio e Serviços Técnicos Ltda. 

As obras terão duração de 18 meses. O investimento total será de R$ 128,2 milhões, custeados pelos microempreendedores. Segundo o PL (Projeto de Lei), o local deve ficar pronto em dois anos com prazo prorrogável por mais dois.

Em agosto, a Câmara de Campinas aprovou a concessão do imóvel da antiga estação ferroviária ao Sindipeic.

O objetivo da medida é transferir cerca de 1,2 mil comerciantes informais, os camelôs, que hoje atuam na região central para o novo espaço que será uma espécie de shopping popular.

"Este é um passo importante para a cidade e para o processo de revitalização do Centro. Também atende à ação do Ministério Público e dá uma opção de mais qualidade de vida e de trabalho para essas pessoas", disse o prefeito Dário Saadi (Republicanos). 

Leia Também

O LOCAL

A cessão de uso da área, que fica no Complexo Ferroviário, próxima à Estação Cultura, foi passada pela Prefeitura ao Sindipeic em agosto de 2020, por meio de Lei Complementar.

"É uma grande transformação para a condição de hoje de vocês (camelôs), que sairão das bancas para um shopping", disse o vice-prefeito Wanderley Almeida, conhecido como Wandão. "A cidade também ganha, com a liberação das ruas para dar início à revitalização da área central", completou. 

A CONSTRUÇÃO

A Estação Centro Mercado Popular Campinas será construída em área total de 42.684,81m². Contará com edificação de quatro pavimentos: áreas comuns; estacionamento com total de 633 vagas; 1.623 boxes, sendo 1.591 unidades de venda e 32 unidades de alimentação. O projeto foi feito pelo arquiteto Marcelo Hobeika.



PROJETO

O projeto para a construção do Shopping Popular foi encomendado pelo Sindipeic. Ele prevê a construção de três pavimentos com mais de 48 mil metros quadrados e mais de 600 vagas de estacionamento.

A reforma do barracão e a construção do shopping será custeada pelos proprietários de cada boxe.

Leia Também

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários