Vereadores durante reunião ordinária na Câmara (Foto: Divulgação/Câmara de Campinas)
Vereadores durante reunião ordinária na Câmara (Foto: Divulgação/Câmara de Campinas)

A instalação de câmeras de segurança em unidades de saúde de Campinas foi aprovada em primeira votação na Câmara na noite desta quarta-feira (24). O texto será agora avaliado em segunda análise nas próximas semanas.

Leia Também

O PL (Projeto de Lei) de Juscelino da Barbarense (PL) recebeu aval unânime em plenário e estabelece que a medida seja obrigatória em todas as UBSs (Unidades Básicas de Saúde) e UPAs (Unidades de Pronto Atendimento) da cidade.

O objetivo da proposta é que o monitoramento previna casos de violência, como ataques e agressões, e dê mais segurança e conforto aos usuários e aos servidores que trabalham no sistema de saúde público do município.

No caso mais recente, registrado em setembro no CS (Centro de Saúde) São Quirino , uma paciente agrediu uma funcionária com um tapa após discutir com ela sobre uma consulta que não foi realizada.

OUTRO PROJETO

Além do PL sobre as câmeras, que será o quinto item da pauta, os membros da Casa também aprovaram em votação inicial o texto de Carlinhos Camelô (PSB) que reconhece o Camelódromo de como local de interesse social e turístico.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários