Tentativas de homicídio em Campinas já superaram número de 2020.
Reprodução
Tentativas de homicídio em Campinas já superaram número de 2020.


Leia Também

Campinas teve 72 casos de tentativas de homicídio de janeiro a outubro deste ano. O número supera o total ao longo dos 12 meses de 2020: 69. A alta foi de 4,34%.

Já em Americana, o aumento foi ainda maior: em 10 meses deste ano, foram 11 crimes deste tipo. No ano passado inteiro, foram seis ocorrências. A variação foi de 83,3%.


Os dados da região foram divulgados pela SSP (Secretaria de Segurança Pública de São Paulo) e apontam também para uma mudança de comportamento e de causas.

O FATOR PANDEMIA

O especialista em segurança, Adalberto Santos, afirma que a tendência de crimes cometidos na rua, ou em espaços públicos, foi alterada durante a pandemia.

As estatísticas mostram a incidência de tentativas dentro de casa, entre casais, familiares e pessoas que se conhecem. Os ciúmes, as brigas e a intolerância são as principais causas.


"O índice que mais contribuía era o de acerto de contas de quadrilhas e da guerra do tráfico. Com a pandemia e o alto índice de desemprego, as pessoas ficam mais em casa. Os consumos de drogas e álcool são motrizes", afirma.

A advogada criminalista Luanna Lance confirma o cenário e o contexto diferentes e detalha que a maioria dos clientes recentes não possuía registros policiais.

"O aumento foi de 37% de tentativa de homicídio. É um número expressivo e assustou a gente aqui no escritório. O que mais se destaca é a briga de casal e a tentativa de feminicídio e também brigas de trânsito", relata ela.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários