Lei em Campinas classifica pipa como esporte.
Divulgação/Pixabay
Lei em Campinas classifica pipa como esporte.


A Prefeitura de Campinas publicou nesta sexta-feira (10) uma lei que institui a soltura de pipa como esporte na cidade. 

O texto foi publicado na versão de hoje do Diário Oficial, e ainda classifica as pessoas que praticam o esporte como "pipeiros". 

Segundo a nova lei, o esporte de soltura de pipa deve seguir regras e a soltura de pipa será praticada em "pipódromo" ou em local aberto distante de redes elétricas e de telefonia.

Leia Também


O texto ainda proíbe o praticante de invadir propriedades para resgatar pipas. Cabe ao Executivo ainda possíveis regulamentações sobre o novo esporte.  

Nos setes primeiros meses deste ano, a CPFL registrou 416 casos de acidentes com pipas ne rede elétrica de Campinas, que causaram em interrupção de energia. Entre as 10 cidades com mais ocorrências na região, Campinas lidera o ranking.

Leia Também

O PROJETO

O projeto de lei é de autoria do vereador Fernando Mendes (Republicanos), e foi aprovado pela Câmara Municipal. Durante o anúncio do projeto, o parlamentar citou que a iniciativa tinha como finalidade regulamentar o esporte de soltura de pipa para que assim houvessem normas a serem seguidas, trazendo mais segurança à população.

"Nosso município tem uma cultura forte de soltura de pipa, e um dos objetivos principais é fazer um trabalho de conscientização, mostrando que a conduta, postura e atitudes de cada pipeiro são fundamentais para que a sociedade veja a pipa como ela é: uma diversão saudável que pode ser praticada por pessoas de todas as idades" explicou Fernando Mendes.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários