Momento do atropelamento no Taquaral.
Reprodução
Momento do atropelamento no Taquaral.


O MP (Ministério Público) denunciou nesta quarta-feira ( 8) pai e filho acusados de atropelar motociclistas em Campinas no mês passado. Fabiano e Thiago Nicolini podem responder por três tentativas de homicídio e crime de trânsito.

Leia Também

De acordo com o TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo), a denúncia ainda não foi recebida pelo juiz do caso. O MP também informou que ontem fez o pedido de prisão preventiva dos dois acusados.

A denúncia acontece após a conclusão do inquérito da Polícia Civil no final de novembro. A conclusão da investigação indicia Fabiano, motorista da Pajero, pelos crimes de tentativa de homicídio, dano qualificado e direção perigosa.

Já Thiago, que conduzia uma Hilux, vai responder por homicídio qualificado tentado e homicídio simples tentado por ter atropelado por engano e ferido gravemente o entregador Rafael Fagnani Ferraz.

Ainda segundo a Polícia Civil, os dois também foram denunciados por direção perigosa e condução de veículos automotores sem habilitação pelo envolvimento na confusão. O caso aconteceu no bairro Taquaral. 

A DEFESA

O advogado da família afirmou que a ocorrência foi acidental e que Fabiano irá se apresentar à polícia. O homem chegou a dar entrevista à EPTV, afiliada da TV Globo, mas depois não foi encontrado. Há um mandado de prisão em aberto contra ele.

Segundo a polícia, Fabiano já respondeu processo por tentativa de homicídio, estelionato e tem vários boletins de ocorrência registrados por ameaça.

Ainda segundo a polícia, o filho dele, Thiago Marcos Nicolini responderá por tentativa de homicídio e direção perigosa em liberdade.

"[Ele] se apresentou espontaneamente, e está colaborando com a Polícia Civil. No esclarecimento do caso".

O QUE ACONTECEU?

No final de novembro, novas imagens de câmeras de segurança divulgadas pela polícia mostram a briga entre dois motoristas e motoboys, que terminou com um entregador atropelado em Campinas. O caso ocorreu no dia 21, na região do Parque Taquaral e ganhou repercussão nacional (veja vídeo abaixo).

Uma das imagens, obtida pelo programa Fantástico da Rede Globo/Eptv, mostra o momento em que a vítima, o entregador Rafael Fagnani Ferraz, de 36 anos, é atropelado pelo motorista da Toyota Hilux.

Segundo a Polícia Civil, o carro era conduzido por Thiago Marcos Nicolini, de 21 anos. Ele responde em liberdade por tentativa de homicídio qualificado e direção perigosa. Ferraz sofreu fraturas nos braços, em uma das pernas e perdeu sete dentes. 

A VÍTIMA

O boletim de ocorrência registrado no dia informava que o entregador nada tinha a ver com a briga, mas os delegados do 4º DP, onde a investigação é conduzida, concluíram que ele estava, sim, próximo aos carros.



A esposa de Ferraz afirma que o entregador passou no local errado na hora errada. "Ele estava indo fazer a entrega dele porque a entrega era naquele local. Então ele estava descendo por acaso, no local errado na hora errada", disse a dona de casa Priscila Ferraz.

O homem recebeu alta no início de dezembro, após cerca de 20 dias internado. Ele foi recebido em casa com festa de parentes e outros entregadores. Segundo os médicos, o entregador deve apresentar sequelas no braço e perna.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários