Maestro Victor Hugo Toro se despediu da Sinfônica após dez anos.
Manoel de Brito/PMC
Maestro Victor Hugo Toro se despediu da Sinfônica após dez anos.


Leia Também

Leia Também

Duas mil pessoas assistiram no domingo o concerto especial de Natal da Orquestra Sinfônica de Campinas, na Concha Acústica da Lagoa do Taquaral, em Campinas. A apresentação emocionou o público, que assistiu a Orquestra de volta à Concha, com os espaços ocupados, após um ano e meio de pandemia.

A entrada no local seguiu os protocolos sanitários contra a covid-19, com a comprovação de vacinação na entrada e o uso obrigatório da máscara durante todo o evento.

O concerto foi a última aparição do maestro Victor Hugo Toro como diretor artístico e regente titular da Sinfônica. Ele foi homenageado, assim como quatro músicos que se aposentaram durante a pandemia: Cybele Lopes, Ivana Paris Orsi, Walter Valentini e Guigui Pfaffenbach. A soprano Thayana Roverso e o barítono Vinícius Atique participaram como solistas convidados e foram muito aplaudidos pelo público.

A apresentação contou com repertório de obras de renomados compositores e canções natalinas conhecidas em todo o mundo.

DESPEDIDA

O maestro Victor Hugo Toro se despediu do cargo de diretor artístico e regente titular da Sinfônica, na qual permaneceu por dez anos. Ele foi homenageado e recebeu os aplausos do público. "Queria dizer o quanto é especial encontrar vocês aqui, na Concha Acústica. É muito bom terminar esta temporada com este concerto cheio de de energia, vitalidade e alegria", comemorou.



O concerto foi dedicado à memória do servidor Edison Roberto de Lima, que faleceu por complicações da covid-19 no dia 2 de março de 2021, "e das milhares de outras vítimas, campineiros, brasileiros, que morreram no mundo, vítimas da doença", pontuou Toro. A apresentação deste domingo encerrou a temporada artística da Orquestra em 2021.

Aos músicos, Toro agradeceu "pelos dez anos durante os quais tive oportunidade de fazer música com vocês, cada um no seu estilo, na sua personalidade, escrevendo muito da história desta Orquestra". E continuou, emocionado: "só posso lembrar dos sorrisos, das brincadeiras, das músicas que fizemos juntos, dos problemas que tivemos também, mas certamente vocês escreveram páginas muito importantes na história de Campinas, na música sinfônica brasileira e na história deste publico".

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários