Tenda foi montada para acomodar melhor pacientes com sintomas gripais.
Reprodução/ACidadeOn
Tenda foi montada para acomodar melhor pacientes com sintomas gripais.


O Hospital Municipal Ouro Verde, em Campinas, instalou na manhã de hoje (6) uma tenda do Exército para ampliar o gripário da unidade em caso de superlotação. O equipamento foi cedido pelo Exército, assim como ocorreu em abril de 2020 - no começo da pandemia de covid-19.  

A tenda, de acordo com a Prefeitura de Campinas e Rede Mário Gatti, foi cedida para o hospital fazer um plano de contingência em caso de ocorrer uma superlotação na recepção do gripário. O local coberto não terá atendimento e servirá para acomodar melhor a população e garantir o distanciamento.  

Para ser ter uma ideia, a média de atendimento no espaço fixo destinado a pacientes com quadros gripais na unidade até a segunda semana de dezembro foi de 70. Somente das 7h desta quarta (5) até às 7h de hoje , foram 476 atendimentos.

Em nota a Prefeitura informou que "om a tenda, o hospital terá condições de ampliar a área de recepção e, assim, evitar concentração de pessoas". Ainda no texto, a Prefeitura explicou que somente a tenda será usada e não o efetivo do Exército. Ainda de acordo com a Administração, somente o Ouro Verde recebeu o equipamento até o momento.  

O HC (Hospital de Clínicas) da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) foi procurado e respondeu através da assessoria de imprensa que o local não conta no momento com uma tenda para atendimento. 

SITUAÇÃO 

Leia Também

Desde o início da semana, hospitais de Campinas têm registrado lotação de pessoas em busca de atendimento. A demanda, acima do normal, ocorre devido a casos suspeitos de covid-19 e também de uma explosão de quadros gripais. 

Segundo a Prefeitura, a busca por atendimento está cinco vezes maior do que o normal para esse período do ano. Só na segunda e terça-feira, a secretaria de Saúde informou que nas unidades da Rede Mário Gatti (que administra os hospitais e UPAs municipais), foram atendidas 2.301 pessoas.  

Leia Também

De acordo com a pasta, esse volume é 48,2% maior na comparação com o período de 7h de domingo e 7h de segunda, e 290% maior que a média que vinha sendo registrada antes do surto de síndromes respiratórias iniciado nas últimas semanas de dezembro (leia mais aqui ).

MAIS PROFISSIONAIS 

Ontem (5), a Administração informou ainda que vai contratar mais 163 profissionais de saúde para a Rede Mário Gatti. Serão 28 médicos, 108 técnicos de enfermagem e 27 enfermeiros. 

Além desta medida, a Prefeitura também vai emitir atestado sanitário que garante a ausência no trabalho por três dias e encaminha a pessoa que tiver sintomas leves de gripe para atendimento na saúde. 


EM 2020 

No dia 15 de março de 2020, hospitais de Campinas como o Mário Gatti e Ouro Verde, além de de PAs (Pronto Atendimentos) São José, Carlos Lourenço, Campo Grande e Anchieta, receberam tendas do Exército. 

Na época, a cidade tinha 138 casos de covid-19 e cinco óbitos. Já no dia 23 de março, o HC (Hospital de Clínicas) da Unicamp inicou a fazer a triagem de pacientes também em tendas do Exército.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários