Hospital Ouro Verde, em Campinas.
Divulgação/Prefeitura de Campinas
Hospital Ouro Verde, em Campinas.


A secretaria de Saúde de Campinas informou nesta quarta-feira (12) que o Hospital Ouro Verde passou a restringir as visitas aos pacientes internados em função da onda de casos de gripes e covid-19. 

Segundo a pasta, as visitas ocorriam diariamente e, agora, passaram a ser restritas, com horários definidos, de duas a três vezes por semana, conforme o setor . A medida visa reduzir os riscos de propagação do coronavírus no ambiente hospitalar. 

Leia Também

Ontem, a Prefeitura anunciou também a redução no tempo de visita de pacientes internados no Hospital Municipal Mário Gatti , passando de 30 para 15 minutos. Na Unidade Hospitalar Mário Gatti-Amoreiras, onde estão internados pacientes com covid-19 e com síndromes respiratórias aguda grave, não há visita aos internados.

COMO VAI FUNCIONAR

No setor de clínica cirúrgica do Hospital Ouro Verde, as visitas a pacientes da cirurgia geral ocorrem às terças, quintas e sextas-feiras, das 15h às 16h; na otorrinolaringologia, também às terças, quintas e sextas-feiras, das 13h às 15h. 

Leia Também

Já na ortopedia, elas serão as segundas, quartas e sextas, das 9h às 10h: na urologia às segundas, das 13h às 15h e às quintas e sextas das 8h às 10h. Os pacientes poderão, no período liberado, receber um visitante.

Na área de clínica médica, pacientes de clínica médica recebem visitas às segundas, quartas e sextas, das 14h às 16h, e os de neurologia, às terças, quartas e quintas, das 10h às 11h. Cada paciente poderá receber duas visitas no dia, mas com o ingresso de apenas um por vez.

Já na sala vermelha e extensão do Pronto-Socorro, as visitas são diárias, das 11h às 11h30 e na sala amarela e observações (exceto nas salas covid-19), de segunda, quarta e sexta, das 11h30 às 12h30. As visitas estão liberadas das 12h às 13h aos pacientes internados em UTI (Unidade de Terapia Intensiva), com exceção aos que estão com covid-19.



RECOMENDAÇÕES 

 O uso de máscaras é obrigatório durante todo o período de permanência no hospital. A recomendação é que pessoas com sintomas gripais não façam visitas. Pacientes com direito a acompanhante (menores ou idosos) não recebem visitas.

O hospital orienta ainda as visitas para que não transitem desnecessariamente pela unidade. Visitantes e acompanhantes devem lavar as mãos antes de entrarem nos quartos e ao sair, e obedecerem às orientações da equipe de enfermagem sobre medidas de precaução de contaminação e infecções.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários