Do lado esquerdo, foto do agressor com a esposa e filha; à direita, mulher com a mãe, que também morreu.
Reprodução/redes sociais
Do lado esquerdo, foto do agressor com a esposa e filha; à direita, mulher com a mãe, que também morreu.


O homem preso em flagrante nesta terça-feira (18) após matar a mulher, a sogra e a própria filha em Campinas prestou o primeiro depoimento na 2ªDDM (Delegacia de Defesa da Mulher) durante a manhã. Segundo a polícia, ele não demonstrou arrependimento.  

O motivo do crime, segundo as primeiras informações levantadas pela investigação, seria uma briga entre ele e a esposa. No entanto,  a suspeita é que o crime tenha sido premeditado, sendo que a criança e a sogra do acusado teriam sido mortas ontem, e a esposa assassinada hoje. 

Leia Também

As vítimas foram: a mulher do agressor, de 34 anos, a sogra, de 72 anos, e a filha, de apenas três anos. Os nomes ainda não foram divulgados. O crime aconteceu na casa da família na Vila Aeroporto.

Segundo a Polícia Civil, o homem usou uma enxada e uma pá para cometer o crime. As vitimas foram atingidas com golpes na cabeça.

Leia Também

Vizinhos da casa onde a família moravam relataram ouvir barulhos de gritos e golpes. "Escutei por volta de 21h gritos e umas batidas, ai passou um tempo, veio a viatura, chamou no portão eles não atenderam e a equipe foi embora do local, e quando foi hoje de manhã soubemos da tragédia", relatou Sandra Maria Cogo. 


Segundo a PM (Polícia Militar), o homem ligou para o 190 durante a manhã dizendo que "fez uma besteira" e contando que agrediu a família após uma briga. Ele foi preso em flagrante. O caso é investigado pela Polícia Civil."

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários