Material apreendido pela Receita Federal em Viracopos.
Divulgação
Material apreendido pela Receita Federal em Viracopos.


A Receita Federal apreendeu nove remessas expressas com presença de entorpecentes no Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas. As apreensões ocorreram nas primeiras semandas de janeiro, mas foram divulgadas nesta segunda-feira (24) pelo órgão. 

De acordo com a Receita, nas encomendas apreendidas, foram localizadas diversas drogas, tais como cocaína, haxixe, metanfetamina e uma substância branca não identificada. 

Na exportação, foram apreendidos 3,5 kg de cocaína, dividida em três remessas diferentes. Na primeira, destinada à Austrália, 300 gramas do entorpecente foram ocultadas em painel luminoso com a logomarca de uma rede social.  

Leia Também

O Marrocos receberia botões de roupas com 200 gramas da droga, enquanto à Alemanha destinava-se mais de 3 kg do pó diluído em frascos de shampoo. 

Ao Brasil, chegaram três remessas com presença de 2,5 kg de haxixe, 50 gramas de metanfetamina e 1,5 kg de um pó branco ainda não identificado, mas que teve resposta positiva para substância de base alcaloide após aplicação de narcoteste. 

Leia Também

As importações de haxixe apreendidas destinavam-se a Santo André, São Paulo e Guarulhos, todas no estado de São Paulo. O entorpecente encontrava-se em envelopes e em pacotes dentro de uma panela elétrica. 

No caso da metanfetamina, que se destinava à cidade de São Paulo, a ocultação foi melhor elaborada, pois a droga encontrava-se enrolada em papel carbono dentro de um notebook usado. Tal prática dificulta a identificação da substância pelos raios X. 

Por sua vez, o pó branco com base alcaloide tinha como destino a capital mineira. 

Em nota oficial, a Receita disse que realiza diariamente a fiscalização de remessas expressas e os controles aduaneiros no combate ao tráfico internacional de entorpecentes e à prática de atividades ilegais.
"

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários