Ponte Preta perde para o FC Cascavel e é eliminada da Copa do Brasil
Reprodução: ACidade ON
Ponte Preta perde para o FC Cascavel e é eliminada da Copa do Brasil

A Ponte Preta perdeu para o FC Cascavel-PR (time da Quarta Divisão) na noite desta terça-feira (22), por 1 a 0, no estádio Olímpico Regional, em Cascavel, e foi eliminada ainda na primeira fase da Copa do Brasil 2022.

O time de Campinas entrou em campo pressionado pela derrota para o arquirrival Guarani, por 3 a 0, no último sábado, num resultado que resultou na demissão do técnico Gilson Kleina. A Ponte Preta tem apenas duas vitórias no Paulistão e corre risco de rebaixamento ao Paulistão A2.

Com a classificação, o FC Cascavel garantiu premiação de R$ 750 mil por estar na segunda fase, totalizando R$ 1,37 milhão ganho até agora no campeonato. Na fase seguinte, o adversário sairá do confronto entre Tocantinópolis-TO e Náutico, que se enfrentam nesta quarta-feira, no Tocantins.

Com bola rolando, o FC Cascavel dominou a Ponte Preta, teve dois gols bem anulados e acabou premiado com o placar de 1 a 0 antes do intervalo. Aos 48 minutos, após escanteio da direita, a bola sobrou na área e o zagueiro Diego Giaretta cabeceou no ângulo, sem chances para o goleiro Ygor Vinhas.

A Ponte Preta abriu mão de atacar e ficou refém de lances isolados. Aos 13, André Luiz roubou bola no meio-campo, Lucca tocou para Pedro Júnior e o atacante tropeçou sozinho, perdendo ótima chance. Num outro lance, aos 46, Fessin chapelou dois adversários e finalizou pela linha de fundo.

No segundo tempo, o FC Cascavel seguiu no ataque e quase ampliou aos dois minutos, quando Alex Nemetz recebeu na entrada da área e finalizou com perigo, obrigando o goleiro Ygor Vinhas defender. Mas a Ponte Preta respondeu dois minutos depois num chute forte de Pedro Júnior para fora.

Pressionada para ao menos empatar, a Ponte Preta precisou sair mais para o jogo e poderia ter marcado aos 22 minutos, quando Ribamar recebeu bom passe entre os zagueiros, mas finalizou em cima do goleiro Douglas Marques.

Mas o FC Cascavel seguiu melhor em campo, controlou as ações e, assim como no primeiro tempo, voltou a ter um gol anulado na etapa final. Aos 34, Balotelli cruzou da esquerda e Samuel mandou para as redes. O auxiliar viu impedimento de forma equivocada, prejudicando os paranaenses, mas não alterando o placar final de 1 a 0.

"

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários