Novotec Expresso prorroga inscrições
Reprodução: ACidade ON
Novotec Expresso prorroga inscrições

O Novotec Expresso prorrogou as inscrições para 3,4 mil vagas na região de Campinas. Os jovens interessados podem se cadastrar até o dia 2 de março.

O processo pode ser realizado através do site www.novotec.sp.gov.br e o início das aulas está marcado para 14 de março (veja mais abaixo).

O programa é feito pelo Governo do Estado em parceria com Escolas Técnicas (ETECs), Faculdades de Tecnologia (Fatecs) e o Centro Paula Souza (CPS).

São oferecidos cursos nas áreas de Gestão e Negócios, Produção Cultural e Design, Tecnologia da Informação e Comunicação, e Meio Ambiente.

As oportunidades estão disponíveis em 10 cidades da RMC (Região Metropolitana de Campinas). Somente em Campinas, são 600 vagas.

O processo também está aberto em municípios como Paulínia, Sumaré, Hortolândia, Santa Bárbara d'Oeste, Americana e Indaiatuba. A lista completa com os municípios e regiões pode ser consultada aqui .

QUEM PODE PARTICIPAR

O Novotec Expresso no contraturno não possui processo seletivo. Jovens entre 14 e 24 anos, com Ensino Fundamental completo estão aptos a se candidatar para uma vaga.

O governo, porém, ressalta, que é importante ficar atento aos critérios de classificação utilizados para selecionar os alunos quando há mais inscritos do que vagas.

O programa tem como premissa a paridade de gênero dentro das turmas e há prioridade aos estudantes matriculados no Ensino Médio da rede pública e das ETECs.

COMO FAZER A INSCRIÇÃO

Após acessar o site e fazer um cadastro simples, o interessado deve escolher o município desejado para verificar quais cursos estão disponíveis e selecionar uma das opções. A comunicação com os inscritos é feita pelo e-mail cadastrado no processo.

BOLSA AUXÍLIO

Além dos cursos, os estudantes participantes do programa e que estejam matriculados no Ensino Médio da rede estadual, terão direito também a receber um auxílio no valor total de até R$ 600, dividido em quatro parcelas mensais, ao longo dos cursos.

Para receber a bolsa, os jovens elegíveis deverão estar frequentes no curso e não podem ser beneficiários de seguro-desemprego. No caso dos jovens de 14 e 15 anos, será necessário a indicação de um responsável para o pagamento do benefício.

Para isso, a renda familiar deve ser de até três salários-mínimos. O pagamento de até quatro parcelas será iniciado em abril e feito por meio do portal Bolsa do Povo, com cartão do Bolsa do Povo ou voucher, que o aluno usará para sacar em caixa eletrônico.

"

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários