Professora de Campinas que trabalha com inclusão vira boneca Barbie
Reprodução: ACidade ON
Professora de Campinas que trabalha com inclusão vira boneca Barbie

Há pouco mais de um ano, ela foi uma das dez finalistas do Nobel da Educação 2020, pelo trabalho como professora de educação inclusiva e Língua Portuguesa . Agora, Doani Emanuela Bertan, de 40 anos, vai chamar a atenção das crianças de outra forma.

A educadora e mais 11 mulheres de destaque, de diferentes países, fazem parte do grupo escolhido para virar a boneca Barbie e inspirar garotas pelo mundo afora . Entre as outras homenageadas, estão a roteirista e produtora de TV Shonda Rhimes, que esteve por trás da série médica Grey's Anatomy, a estilista chinesa Lan Yu e a cozinheira italiana Sonia Peronaci.

Doani dedica a vida à educação bilíngue para surdos. Há quatro anos, ela criou um canal no YouTube, que tem mais de 14 mil inscritos. É considerada uma das pioneiras no ensino pensado diretamente para a comunidade surda, mas que também pode ser acessado por outros tipos de público.

Chamado Sala 8, o canal começou quando alunos surdos da escola em que trabalhava, em Campinas, receberam livros didáticos iguais aos dos demais alunos: escritos em português, e não em libras .   

Na tentativa de solucionar o problema, passou a criar conteúdos inovadores para atingir seus dois públicos de alunos, o de pessoas surdas e ouvintes. "Ver meus alunos com materiais que não entendiam foi um dos desafios que encontrei em todos estes anos como professora de surdos. É como se nós, falantes de português, recebêssemos um material escrito em Alemão."

Segundo ela, a docência é um sonho desde a infância. A professora se lembra de uma história contada pela mãe, sobre uma benzedeira que fez uma previsão sobre o futuro de Doani, então criança: de que ela seria "a voz de muitos". "O conhecimento transforma, eu acredito nisso", afirmou.

Além da mãe - Maria Ondina, que já morreu -, ela citou a apresentadora de TV Xuxa como outra inspiração. "A Xuxa tirou a libras do anonimato, e lá comecei meu interesse pela linguagem de sinais", relembrou a educadora, que já trabalhou como catadora de papel, atendente de pizzaria, vendedora e com panfletagem. Em 2020, chegou na final do Global Teacher Prize, considerado o Nobel da Educação.

"Estamos em uma sociedade feita para a maioria, em que a minoria recebe uma adaptação, mas sabemos que tudo que é adaptado não sai como deveria ser. Precisamos que a nossa sociedade possa ser pensada e planejada para todos. Não é impossível", defende . "No começo é difícil, mas a partir do momento em que se começa a ter mais empatia, se torna algo automático e até fácil", acrescentou. Hoje, Doani integra o Centro de Mídias da Secretaria Estadual da Educação.

Proposta é celebrar mulheres empreendedoras

Lançado em 2015, o projeto já homenageou outras três brasileiras: a surfista de ondas grandes Maya Gabeira em 2019, a biomédica Jaqueline Goes e a artista IZA em 2021. A nova lista é lançada na véspera do Dia Internacional da Mulher, 8 de março.

"Sabemos que as crianças são inspiradas pelo que veem ao seu redor e é por isso que é tão importante que elas se vejam refletidas em modelos que superaram obstáculos e se tornaram as mulheres corajosas que são hoje", afirma Lisa McKnight, vice-presidente sênior e chefe global de Barbie e bonecas da Mattel. "Estamos orgulhosos de homenagear mulheres pioneiras globais e, desta forma, ajudar a capacitar a próxima geração de líderes femininas, compartilhando suas histórias", continua ela.


Leia Também

Veja a lista completa de homenageadas deste ano:

Adriana Azuara (México): Fundadora da All4Spas

Leia Também

Ari Horie (Estados Unidos/Japão): Fundadora e CEO da Women's Startup Lab e Women's Startup Lab Impact Foundation

Butet Manurung (Indonésia): Fundadora e Diretora da SOKOLA

Doani Emanuela Bertain (Brasil): Professora e fundadora da Sala 8

Jane Martino (Austrália): Presidente e cofundadora da Smiling Mind

Lan Yu (China): Estilista de Moda

Lena Mahfouf (França): Criadora digital, cinegrafista e autora de 'Always More'

Melissa Sariffodeen (Canadá): CEO e cofundadora do Canada Learning Code e Ladies Learning Code

Pat McGrath (Reino Unido): Maquiadora e fundadora do Pat McGrath Labs

Sonia Peronaci (Itália): Fundadora do site de comida italiana 'GialloZafferano';

Shonda Rhimes (Estados Unidos): Fundadora da American Television Production Company Shondaland;

Tijen Onaran (Alemanha): CEO e fundadora da Global Digital Women e cofundadora da ACI Diversity Consulting

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários