Campinas inicia distribuição do novo Cartão Nutrir após troca de empresa
Reprodução: ACidade ON
Campinas inicia distribuição do novo Cartão Nutrir após troca de empresa


A Prefeitura de Campinas começa nesta segunda-feira (28) a distribuir o novo Cartão Nutrir Emergencial para as famílias que são beneficiadas pelo programa.  A distribuição vai ser feita por ordem alfabética, até a sexta-feira (1º).

O repasse do Cartão Nutrir estava suspenso desde o final de fevereiro , quando a Administração cancelou o contrato com a Le Card, empresa até então responsável pela recarga do benefício. A decisão deixou 16.280 beneficiários sem o repasse em março.

Após a rescisão, na semana passada a Prefeitura firmou contrato com a Verocard , que agora vai distribuir novos cartões já recarregados.  

Segundo a Administração, os novos cartões serão distribuídos com crédito retroativo de março. A entrega será na Estação Cultura, no Centro, no período das 9h às 16h.

Leia Também

O valor do Cartão Nutrir é R$ 109,41.  O cartão é destinado a famílias que tenham renda per capita de até R$ 231,46 por mês. Precisa também ter, no grupo familiar, crianças ou adolescentes ou pessoas com deficiência ou idosos

VEJA COMO FICA A DISTRIBUIÇÃO:

- Segunda-feira (28): serão distribuídos os cartões com os nomes iniciados de "A" a "C"

- Terça-feira (29): de "D" a "H"

- Quarta-feira (30): de "I" a "L"

- Quinta-feira (31): de "M" a "Q"

- Sexta-feira, (1º): de "R" a "Z" 

- Sábado (2) de 9h às 12h: entrega para todos que não puderam comparecer nos dias anteriores.

Trinta servidores da secretaria Municipal de Assistência Social, Pessoa com Deficiência e Direitos Humanos irão recepcionar os usuários.  

RESCISÃO

No dia 18 de março, a Prefeitura publicou no Diário Oficial do Município a rescisão do contrato com a Lecard, empresa que fornecia o Cartão Nutrir Emergencial. A suspensão do contrato tinha sido anunciada no final de fevereiro pela Administração.

Segundo a Prefeitura, a empresa Le Card não atendeu a exigência de oferecer 800 estabelecimentos distribuídos em todas as regiões do município , o que dificultava a aquisição de alimentos pelos usuários. A empresa era responsável pelo pagamento desde agosto do ano passado.


"

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários