Mutirão oftalmológico atende 61 pacientes em Campinas
Reprodução: ACidade ON
Mutirão oftalmológico atende 61 pacientes em Campinas

A secretaria de Saúde de Campinas atendeu 61 dos 80 pacientes agendados no último sábado (7) durante o mutirão de consultas oftalmológicas realizado na Policlínica 2, na região central da cidade. O índice de faltas foi de 23,7%.

O número de ausências fez a diretora de Saúde do município, Sara Sgobin, apelar à população, já que a falta de comparecimento tira a vaga de outro morador. As pessoas convocadas para atendimentos tinham entre 8 e 40 anos.

"Estamos realizando diversas ações para reduzir a demanda reprimida da pandemia de covid-19. As pessoas que não podem comparecer devem sempre desmarcar para liberar a vaga para outro paciente", alerta a profissional.

A mobilização faz parte da iniciativa da Prefeitura para atender demandas que ficaram reprimidas na pandemia, quando várias especialidades foram afetadas. Outras ações como a do último sábado estão sendo organizadas pela secretaria.

OUTRAS AÇÕES

Além das consultas aos sábados, a secretaria de Saúde informou que ampliou a quantidade de vagas nos serviços. "O Hospital Ouro Verde passou a oferecer 420 vagas para oftalmologia. Até abril, o serviço ofertava 160", diz em nota.

Outra medida é a reorganização das filas, tirando da fila casos solucionados e pacientes em duplicidade. "Ainda não é possível estimar como ficarão as filas. Já estamos constatando uma queda importante nos números", explicou Sgobin.

NO SUS MUNICIPAL

A Central de Regulação de Campinas também adotou um sistema para organização das filas das cirurgias eletivas no SUS Municipal. A iniciativa inclui os hospitais Mário Gatti, Ouro Verde, PUC, Penido Burnier e Maternidade.

Conforme a cidade, as unidades estão transferindo os dados de suas filas para a plataforma, que, além de impedir duplicidade, "garante a classificação de risco e permite o remanejamento de pacientes entre as filas".

"

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários