Rede hoteleira registra taxa de ocupação de 55,28% em abril na RMC
Reprodução: ACidade ON
Rede hoteleira registra taxa de ocupação de 55,28% em abril na RMC

A rede hoteleira da RMC (Região Metropolitana de Campinas) encerrou abril com uma taxa de ocupação de 55,28%, o que representa uma alta em comparação com o mês de março, que havia registrado uma média de 50,28%.

Os dados foram divulgados de uma pesquisa de acompanhamento mensal realizada pelo CRC&VB (Campinas Convention & Visitors Bureau), entidade que representa hotéis e toda cadeia ligada aos eventos da RMC.

Segundo o levantamento, o crescimento foi puxado pelos eventos corporativos e pelo turismo de lazer. Com isso, os números comprovam a volta dos hóspedes aos hotéis, iniciada no final de 2021.

De acordo com a pesquisa, a hotelaria econômica teve melhor desempenho em abril, com a taxa média de ocupação atingindo 58,77%, superior aos 52,65% do mês anterior. Já na categoria intermediária, chamada de Midscale, o mês registrou uma taxa de 51,78% em abril, ante os 47,90% do mês anterior.

Segundo o levantamento, a taxa média de ocupação vem em ascensão desde dezembro e a demanda tradicionalmente começa a aumentar a partir de março, quando a região atende eventos corporativos, congressos e formaturas.

A movimentação do turismo de negócios, no qual os turistas aproveitam para passar o final de semana na cidade para descansar e conhecer os pontos turísticos e a gastronomia local, também contribui para a recuperação do setor.

PESQUISA ESTADUAL

Em uma pesquisa mensal do CIET (Centro de Inteligência da Economia do Turismo), da secretaria de Turismo e Viagens do estado de São Paulo, a cidade de Campinas teve a melhor avaliação do público em abril, com 93,78%.

O levantamento é responsável por avaliar dez municípios turísticos e de negócios no estado, sendo eles Aparecida, Brotas, Campinas, Campos do Jordão, Eldorado, Ilhabela, Olímpia, Ribeirão Preto, Santos e a capital paulista. Para o presidente do CRC&VB, Vanderlei Costa, a conquista tem grande impacto na região.

"Este índice é muito importante e mostra que tanto Campinas como todas as cidades da Região Metropolitana de Campinas possuem uma ótima infraestrutura hoteleira, de lazer e gastronômica para atender a demanda dos turistas e empresários", afirma.

"

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários