Suspeito de matar estudante da Unicamp tinha símbolo nazista no quarto
Reprodução: ACidade ON
Suspeito de matar estudante da Unicamp tinha símbolo nazista no quarto


A Polícia Civil encontrou um símbolo nazista, a suástica, desenhado na parede do quarto do suspeito de matar a estudante da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) Mayara Roquetto Valentin, de 23 anos.

No quarto de Michael Douglas, de 28 anos, havia ainda escritos de "Massacre de Suzano (sic)" e "Lazaro Barbosa", em recordação dos dois casos de violência recentes ocorridos no Brasil.

O homem é apontado como o assassino da jovem e ainda segue foragido. Ele estava morando em uma pensão em São João da Boa Vista há cerca de 20 dias.

ENCONTRADA MORTA APÓS DESAPARECIMENTO

O corpo de Mayara foi encontrado em uma área de mata do município, no domingo (15), após ela desaparecer. Mayara saiu para fazer uma caminhada na cidade natal e depois não foi mais vista.

Ela foi encontrada na Serra da Paulista, uma área de mata, com 28 golpes de faca, de acordo com a polícia. Os ferimentos estavam no peito, pescoço, braços, costas e cabeça da vítima. Ainda segundo os legistas, não foi encontrado nenhum sinal de violência sexual.

Para a polícia, o homem de 28 anos teria se escondido na Serra da Paulista, também conhecida como "Pedra do Urubu", após tentar matar a vizinha. No local, ele teria encontrado e matado Mayara.

A jovem morava em Campinas, onde frequentava a faculdade, mas havia viajado para a cidade natal para passar o fim de semana com a família. Ontem, a Unicamp decretou três dias de luto (veja mais abaixo). 

alt
Vítima estudava na Unicamp (Foto: Reprodução/EPTV Campinas)
BUSCAS

Até o momento, mais de 40 policias com cães farejadores estão em busca de Michael Douglas, percorrendo a mata. Ele segue foragido até o momento.

Sobre os desenhos encontrados na parede da pensão, a Polícia Civil vai acionar a perícia para avaliar os inscritos.

ÚLTIMO REGISTRO

Nas redes sociais, circula o último registro de Mayara saindo de casa ontem, às 10h18. Depois, não voltou mais. Ela usava uma blusa escura, calça legging e tênis branco.

Os delegados responsáveis pela investigação não descartam nenhuma hipótese do crime, incluindo homicídio, feminicídio e latrocínio - o roubo seguido de morte. O suspeito continua foragido.

Hoje cedo, o corpo de Mayara foi enterrado no cemitério municipal de São João da Boa Vista. O cortejo foi acompanhado por amigos e familiares, todos abalados com a morte da jovem. 

alt
Parentes alegaram que Michael Douglas é esquizofrênico (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

QUEM É O SUSPEITO

Michael Douglas era diagnosticado com esquizofrenia, segundo a Polícia Civil de São João da Boa Vista. A família dele confirmou que ele tem problemas psiquiátricos e que já tentou, inclusive, matar o padrasto . Ele chegou a ser preso na ocasião.

Michael Douglas da Silva ainda é suspeito de tentar matar outra mulher que estava na pensão no sábado (14), um dia antes do crime de Mayara. No entanto, a arma falhou e ele fugiu então para a área de mata.

MANDADO DE PRISÃO

Conforme o delegado Fabiano Antunes, já há um mandado de prisão temporária contra ele por conta do caso de sábado. Michael Douglas tem ainda passagem por crime de violência doméstica e porte ilegal de arma.

alt
Último registro de Mayara que circula nas redes sociais (Foto: Reprodução/EPTV)
UNICAMP

Mayara era estudante de Ciências Biológicas da Unicamp.
A diretoria do IB (Instituto de Biologia), onde ela ingressou em 2017, emitiu uma nota de pesar na qual decretou luto de três dias. Confira a nota na íntegra:

"É com extremo e profundo pesar que a Diretoria do Instituto de Biologia da Unicamp determina luto de 3 (três) dias pelo falecimento, no dia 15 de maio de 2022, da nossa querida aluna, Mayara Roquetto Valentim.

A Mayara ingressou no curso 06 - Ciências Biológicas em 2017, tendo concluído a modalidade AL no segundo semestre de 2021. Atualmente, estava cursando a modalidade AJ e atuando como PAD da disciplina BF583.

Foi uma aluna extremamente participativa no curso e querida por colegas de sala e docentes. Mayara nos deixa com 23 anos e muita saudade. Aos familiares, amigos e colegas enlutados, nossos mais sinceros sentimentos".

"

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários