Gasto com viagem e hospedagem deve aumentar 36,3% em Campinas
Reprodução: ACidade ON
Gasto com viagem e hospedagem deve aumentar 36,3% em Campinas

Os setores de viagem e hospedagem de Campinas devem movimentar neste ano R$ 724,9 milhões de acordo com a empresa especializada IPC Maps. O total é 36,3% maior do que os R$ 531,6 milhões registrados em todo o ano passado. 

Na RMC (Região Metropolitana de Campinas), a expectativa é que sejam movimentados até o final de 2022 R$ 1.778 bilhões. O total 22% superior aos R$ 1.457 bilhões faturados pelo setor de turismo ao longo de 2021. 

Para o presidente do Campinas e Região Convention & Visitors Bureau, Vanderlei Costa, apesar de ser forte no turismo de negócios, a RMC vive uma alta no setor de lazer, principalmente aos finais de semanas, feriados e férias. 

Atualmente, o segmento de turistas já representa 20% do faturamento do setor. O resultado, na opinião de Costa, tem relação com a mudança de hábitos dos consumidores, que passaram a valorizar mais os destinos mais próximos. 

"Um dos legados da pandemia para o turismo foi a mudança de hábito das famílias. Moradores passaram a descobrir as atrações regionais, aumentando os passeios mais próximos e hospedagens em hotéis nos finais de semana", explica. 

ATRAÇÕES REGIONAIS 

O presidente da entidade que representa o setor de turismo na região lembra também que a RMC reúne uma série de atrativos pouco conhecidos e explorados. Ele cita como exemplo as APAs (Áreas de Proteção Ambiental). 

Além disso, fala ainda de casarões históricos, museus, parques, passeios ferroviários, como o da Maria Fumaça, e dos espaços para atividades esportivas em meio à natureza, como trilhas nas zonas rurais dos municípios vizinhos. 

GASTRONOMIA 

Na gastronomia, Campinas e região também contam com restaurantes e uma culinária diversificados, o que atrai cada vez mais o público da capital paulista. 

"O setor de turismo na RMC em se destacando, com Campinas aparecendo no painel do Ciet (Centro de Inteligência da Economia do Turismo), da secretaria de Turismo e Viagens do Estado, com 93,78% nas postagens positivas" diz. 

Vanderlei Costa também comemora o número de interações de turistas e visitantes feitas no Google e TripAdvisor e que são monitoradas pela Reviewpro, índice que colocou Campinas entre os 10 municípios mais bem avaliados. 

FEIRAS E EVENTOS 

O setor de feiras e eventos, como a Expoflora, além dos shows e rodeios na região, também são responsáveis por um fluxo elevado de turistas , segundo o diretor executivo da Convention & Visitors Bureau, Fernando Vernier. 

"Estas pessoas movimentam o setor hoteleiro em um raio de até 100 km e muitos visitantes que chegam para curtir estas atividades acabam prolongando a estadia por pelo menos mais um dia para conhecer as atrações turísticas e o polo gastronômico das cidades onde estão hospedados", destaca ele.

"

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários