Campinas tem alta taxa de ocupação de UTIs para Covid-19.
Reprodução/Ministério da Saúde
Campinas tem alta taxa de ocupação de UTIs para Covid-19.


Campinas registrou nesta sexta-feira (12) uma taxa de ocupação de 86,54% no total de leitos de UTI para pacientes com Covid-19 . Na soma das internações do SUS, tanto municipal quanto estadual, com as internações da rede privada, 270 leitos de 312 estão ocupados e apenas 42 estão livres. 

A maior lotação está no SUS Municipal , que tem  99% de ocupação, com 117 de um total de 118 leitos ocupados. Já o SUS Estadual , formado pelo Ambulatório Médico de Especialidades (AME) e o Hospital de Clínicas da Unicamp, tem 56 leitos disponíveis, dos quais 53 estão ocupados, o que corresponde a 94,64%.

Na rede particular, o total de leitos de UTI disponíveis para infectados pelo novo coronavírus é de 138, com 100 ocupados, o que equivale a 72,46%. Um dia antes, na quinta-feira, a taxa de lotação das UTIs dos hospitais privados era de 67%. Desde ontem, sete pessoas com Covid-19 foram internadas.

Leia também: Prefeitura reforça fiscalização contra 'pancadões' durante pandemia

Confirmações e óbitos

Campinas chegou a 3.535 casos confirmados de  Covid-19  após o registro de 198 novos infectados , em levantamento feito entre quinta (11) e sexta-feira (12). O número de mortes subiu para 136, com acréscimo de seis óbitos. 

Duas das vítimas não tinham doenças preexistentes antes de contrair o vírus: um homem de 66 anos, que morreu no dia 9 de junho, em hospital privado, e um homem, de 62 anos, que morreu no dia 10 de junho, em hospital privado.. Além disso, um homem de 50 anos, idade abaixo da média do grupo de risco, faleceu no dia 10 de junho, em hospital privado. Ele tinha comorbidades.

    Veja Também

      Mostrar mais