UPA Carlos Lourenço atenderá apenas casos de Covid-19
Carlos Bassan
UPA Carlos Lourenço atenderá apenas casos de Covid-19


A Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Carlos Lourenço , de Campinas , será utilizada apenas para a internação de pacientes com Covid-19 , a partir das 10h desta quinta-feira (18), conforme anunciado pelo prefeito Jonas Donizette (PSB) nesta quarta (17). Com isso, a UPA ficará de portas fechadas e só receberá pessoas infectadas por coronavírus, que serão encaminhadas pela rede pública de saúde conforme a necessidade

“Não terá mais atendimento externo, será como um hospital de campanha, atenderá apenas encaminhados. Todo atendimento de porta, seja por síndrome respiratória ou outras patologias que estavam sendo atendidos na UPA, serão distribuídos par unidades básicas do entrono, principalmente para o Centro de Saúde Orosimbo Maia”, explica Marcos Pimenta, presidente da Rede Mário Gatti.

Leia também: Covid-19: Campinas bate recorde de mortes pelo segundo dia seguido

A unidade terá 28 leitos. Entre eles, 25 serão de retaguarda clínica, enquanto os outros três serão utilizados quando o paciente precisar ser estabilizado para ser transferido para a UTI . Para que os pacientes com Covid-19 comecem a ser recebidos, doentes que estão em observação na unidade serão transferidos.

”Vamos estar removendo esses pacientes para unidades hospitalares. Se for suspeita de Covid, já vai ficar. Na hora do almoço (nesta quarta), estávamos com seis em observação, dos quais  quatro eram suspeitas de Covid, portanto vão ficar ali já como unidade de internação”, disse Pimenta.

Onde ser atendido?

Segundo a Prefeitura, pacientes com sintomas respiratórios, que antes buscavam atendimento na UPA Carlos Lourenço, poderão ser atendidos nas unidades de saúde do entorno. São os centros de saúde Orosimbo Maia, Esmeraldina, Paranapanema, São Vicente e Vila Ipê . Os casos urgentes deverão buscar atendimento na UPA São José e no Pronto-Socorro do Hospital Mário Gatti.

Cenário preocupante

Com 4.726 casos de Covid-19 confirmados e 185 mortes, Campinas registrou 20 mortes nesta quarta-feira (17), dia com mais mortes anunciadas em um boletim diário. Desde sábado, os leitos de UTI do SUS municipal estão com 100% de taxa de ocucpação.

    Veja Também

      Mostrar mais