Campinas continua com leitos de UTI do SUS municipal lotados
Reprodução
Campinas continua com leitos de UTI do SUS municipal lotados


Campinas registrou nesta sexta-feira (19) 88,6% de taxa de ocupação em UTIs para pacientes com Covid-19 . O número leva em consideração tanto os leitos da rede pública como os leitos do Sistema Universal de Saúde (SUS). De 334, apenas 38 estão livres, enquanto 296 estão ocupados. 

O SUS municipal está com 100% de ocupação em seus 120 leitos, cenário que se mantém desde o último sábado (13). Já SUS estadual , formado pelo AME e pelo HC da Unicamp, tem 63 leitos, dos quais 60 estão ocupados, o que corresponde a 95%.

De quinta para sexta-feira, mais dois leitos foram ocupados nas unidades de administração estadual. No mesmo período, sete vagas a mais foram preenchidas em hospitais da rede privada , que agoram estão com 116 dos 151 leitos de UTIs para Covid-19 ocupados, taxa de 77%.

Leia também: Novo decreto proíbe que hospitais privados de Campinas façam cirurgias eletivas

Novos leitos

O prefeito Jonas Donizette anunciou a abertura de mais 54 leitos para pacientes com a Covid-19 dentro da Rede Mário Gatti de Urgência, Emergência e Hospitalar nos próximos dias.  Serão dez leitos de UTI na Unidade de Cirurgia Ambulatorial do Ouro Verde, já que as cirurgias estão suspensas temporariamente em razão da pandemia.

Mais 14 leitos de retaguarda serão montados na área de fisioterapia, que está passando por adaptação com a colocação de réguas de oxigênio, e outros 30 leitos (também de retaguarda) – 15 masculinos e 15 femininos – serão abertos na UPA Carlos Lourenço, que desde o último dia 18 está funcionando como unidade Covid. Esses leitos serão implantados na área de recepção da unidade, que atualmente só recebe pacientes encaminhados pela Central de Regulação.

    Veja Também

      Mostrar mais