Solange Pelice, secretária de Educação, formou comitê para discutir retomada das aulas
Divulgação/Prefeitura de Campinas
Solange Pelice, secretária de Educação, formou comitê para discutir retomada das aulas


A Prefeitura de Campinas instituiu um comitê para discutir como viabilizar a retomada das aulas em setembro, conforme proposta anunciado pelo governo de São Paulo . Os 30 nomes que integram o grupo foram publicados nesta segunda-feira (29) no Diário Oficial. Entre eles, está Solange Villon Kohn Pelicer, secretaria da Educação.

“São eles que serão os responsáveis por organizar a volta às aulas nas escolas municipais e de educação infantil particular”, disse o prefeito Jonas Donizette (PSB) , quando anunciou a medida em coletiva realizada na sexta-feira passada.

Leia também: 

O comitê será responsável por criar protocolos para que os profissionais do ensino e os alunos possam voltar às escolas "com segurança". As reuniões vão abordar temas como transporte escolar, alimentação, higienização das escolas, distribuição de equipamentos individuais de proteção, entre outros.

Plano do Estado de São Paulo

Desde o último dia 23 de março, quando foi anunciada a quarentena para conter a pandemia de Covid-19 , as 203 unidades escolares do município estão fechadas e cerca de 70 mil alunos da rede municipal estão sem aulas.

Segundo o que foi definido pelo estado, o retorno será dividido em três fases. A partir do dia 8 de setembro  as escolas poderão reabrir com 35% dos alunos. Na etapa seguinte, ainda sem data prevista, o público presencial será de 70%. Na última fase o retorno total será liberado.

O plano prevê rodízio de estudantes e uma combinação de aulas presenciais com manutenção do ensino à distância. As unidades escolares só terão permissão para reabrirem quando todas as cidades do estado estiverem na fase amarela do plano de flexibilização definido pela gestão.

    Veja Também

      Mostrar mais