Hospital de Campanha construído em Campinas para atender pessoas com Covid-19.
Fernanda Sunega/Prefeitura de Campinas
Hospital de Campanha construído em Campinas para atender pessoas com Covid-19.


Um episódio de agressão no Hospital de Campanha do Parque Itália , em Campinas , foi relatado por um grupo de médicos, em boletim de ocorrência registrado nesta quinta-feira (02), no 2º Distrito Polical, no bairro São Bernardo. Segundo a equipe, a violência foi praticada por familiares de uma mulher de 75 anos, que morreu com Covid-19 no hospital, nesta manhã.

De acordo com o relato, as filhas e a sobrinha da idosa reagiram violentamente à notícia da morte e jogaram copos, enquanto proferiam xingamentos e ameaças, em direção a quatro profissionais de saúde, um homem e três mulheres. Todos sofreram apenas ferimentos leves, e o médico foi o único que passou por exames no Instituto Médico Legal.

Leia também: Após 19 dias de lotação, SUS municipal volta a ter vagas em UTIs para Covid-19

De acordo com informações veiculadas pelo canal EPTV, o médico disse que a mulher de 75 anos teve uma piora no quadro no último dia 26, situação que se agravou na manhã desta quinta. A família teria pedido a intubação da idosa, mesmo depois de os médicos alertarem que o procedimento seria delicado e que não havia garantia de resultado promissor.

Em nota, a Prefeitura disse que vai esclarecer o ocorrido com a equipe que fez o boletim de ocorrência. A Rede Mário Gatti de Urgência e Emergência hospitalar informou que “todas as unidades da rede estão equipadas para realizar intubação de pacientes”.

    Veja Também

      Mostrar mais