Número de casos de Covid-19 continua aumentando em Campinas.
Divulgação/HC Unicamp
Número de casos de Covid-19 continua aumentando em Campinas.


Campinas registrou nesta segunda-feira (06) 90,23% de ocupação em leitos de UTI exclusivos para Covid-19 , na soma das redes pública e privada. O maior índice ainda é do SUS municipal , com 142 leitos ocupados de um total de 145, o que corresponde a 98%, sem mudanças em relação ao domingo (05).

Já o SUS estadual apresentou uma pequena melhora, caindo de 96% para 25% de ocupação. De domingo para segundo, um leito de UTI-Covid foi liberado e, agora, a rede formada pelo AME e pelo HC da Unicamp tem 71 leitos ocupados de um total de 76. Na soma das unidades municipais e estaduais, o SUS de Campinas tem oito vagas disponíveis. 

Leia também: Covid-19: Com 372 óbitos, Campinas se aproxima de 10 mil casos

Enquanto isso, a situação da rede privada se agravou de ontem para hoje. Antes com 79% de ocupação, o conglomerado de unidades de saúde particulares registrou um aumento para 82%, com 158 leitos, dos quais 129 estão ocupados, quatro a mais do que no domingo.

Segunda o secretário da Saúde Carmino de Souza,  a Rede Mário Gatti deve aumentar ainda nesta semana os números de leitos de UTI no SUS.

Campinas foi rebaixada, na sexta-feira passada (03), para a fase vermelha do Plano São Paulo , justamente por causa da alta ocupação de leitos de UTI. Para tomar a decisão, o Governo do Estado avalia o cenário de todo o Departamento de Saúde de Campinas, que é formado pelas regiões de Campinas, Bragança Paulista e Jundiaí. 

    Veja Também

      Mostrar mais