ACidade ON

Henriquetta trabalhava no Mário Gatti há 36 anos.
Reprodução
Henriquetta trabalhava no Mário Gatti há 36 anos.


A técnica de enfermagem Henriqueta Teixeira Chaves Cattozzi , de 61 anos, é mais uma vítima da Covid-19 em Campinas . A profissional de saúde trabalhava há 36 anos no Hospital Mário Gatti e faleceu na última segunda-feira (13), após seis dias internada. 

Apesar da formação na área da saúde, Henriqueta atuou nos últimos anos no setor administrativo do hospital. De acordo com a rede Mário Gatti, pelo fato de um dos parentes dela ter contraído o vírus, a funcionária estava trabalhando em home office desde 26 de junho .

Leia também: Aposentado é a 200ª alta de Covid-19 em hospital de Campinas

Dias depois de se isolar em casa, em 1° de julho, ela deu entrada no hospital Mário Gatti com sintomas da doença, e no dia 7 do mesmo mês precisou ser internada na UTI (Unidade Intensiva de Tratamento). Quase uma semana após a internação, no dia 13, Henriqueta faleceu.

Ela deixa o marido José Carlos Catozzi, os filhos Elisabete Cristina e Carlos Fabiano, além de quatro netos. Nas redes sociais, uma das sobrinhas de Henriqueta deixou uma mensagem de alerta aos internautas. "Ela entrou na soma da 1 mil mortes diárias. O vírus não está mais longe de você, ele saiu da TV e está do seu lado. Até mais, tia Henriqueta", escreveu Débora Chaves. 

Em nota, a rede Mário Gatti diz se solidarizar com a família e que lamenta o falecimento da funcionária.

    Veja Também

      Mostrar mais