Campinas trabalha para detectar infectados pelo novo coronavírus.
Divulgação/HC Unicamp
Campinas trabalha para detectar infectados pelo novo coronavírus.


Campinas inicia na próxima segunda-feira, dia 3 de agosto, o projeto “Cuidar de quem Cui”, que tem o plano de testar todos os profissionais de saúde das redes pública e privada. De acordo com o secretário de Saúde, Carmino de Souza, a estimativa é de que cerca de 20 mil trabalhadores da área sejam submetidos à testagem.

O procedimento será feitos em assintomáticos  que não tiveram resultado positivo para Covid-19 anteriormente. Serão feitos testes rápidos, por meio da coleta de sangue, para a detecção de anticorpos. Ou seja, será analisado se a pessoa produziu anticorpos contra o coronavírus, recentemente ou há mais tempo.

Já os profissionais que estejam com sintomas de Covid-19 farão o teste PCR, realizado com a coleta da secreção de mucosa da boca e do nariz.

Leia também: Campinas tem 86,71% de ocupação em leitos de UTI para Covid-19

O projeto é uma parceria entre a Prefeitura de Campinas, o Instituto Butantã e o laboratório Hilab. A expectativa é que a testagem seja feita entre 40 e 60 dias. O objetivo é avaliar a prevalência de pessoas que tiveram contato com o coronavírus.

A partir da segunda semana de agosto serão incluídos profissionais de segurança, da Guarda Municipal, Defesa Civil, Polícia Militar e Receita Federal, e privados de liberdade

    Veja Também

      Mostrar mais