ACidade ON

Fim de semana teve flagrante de festas em Campinas.
Reprodução
Fim de semana teve flagrante de festas em Campinas.


O fim de semana em Campinas foi marcado por desrespeito às medidas de Saúde. Com mais de 18 mil casos de C ovid-19 na cidade, em vários bairros foram registradas aglomerações , ignorando a pandemia e a quarentena, que ainda está em vigor em todo o Estado.

A noite de ontem (2) registrou até mesmo um show clandestino no Itatinga. Um vídeo mostra uma boate com cantores de pagode e atrações de funk no local, que reunia centenas de pessoas sem máscara e sem nenhum distanciamento.

Leia também: Carros formam fila enorme para entrar no Shopping Dom Pedro

No Satélite Iris, uma chácara também reuniu cantores de pagode e aglomerações. Imagens gravadas mostram os músicos também cantando em um palco, sendo prestigiados por dezenas de participantes. Segundo vizinhos, a festa foi denunciada pela Guarda Municipal, mas nenhuma equipe foi até o local.  



Além das festas, durante a tarde também foram vistas aglomerações de pessoas no entorno da Lagoa do Taquaral, que reuniu visitantes sem máscara e próximos entre si, enquanto caminhavam e praticavam atividades físicas. 

Aglomerações no entorno da Lagoa já tinham sido registradas em junho, mesmo enquanto a ocupação de leitos municipais era total (leia aqui) .


Fase laranja

Esse foi o primeiro fim de semana após a cidade ser classificada na fase laranja do Plano São Paulo, com abertura de comércios que passou a valer na última segunda-feira (27). A expectativa da Prefeitura é de flexibilização ainda maior, com chances de ser classificada nesta sexta-feira (7) na fase amarela- que permite a reabertura de salões e restaurantes. 

No entanto, para o avanço de fase, o prefeito de Campinas, Jonas Donizette (PSB) fez um apelo na última sexta-feira (13), pedindo a continuidade do respeito à quarentena, para a contenção do número de casos e internações, o que possibilitaria o novo avanço.

Procurada sobre as aglomerações, a Prefeitura de Campinas ainda não se manifestou. Assim que houver retorno a matéria será atualizada. 

    Veja Também

      Mostrar mais