Rogério Menezes foi entrevista pelo iG nesta segunda-feira (03).
ig
Rogério Menezes foi entrevista pelo iG nesta segunda-feira (03).


O ex-secretário do Verde, Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente do governo Jonas Donizette (PSB), Rogério Menezes (PV) , foi entrevistado pelo Portal IG, nesta segunda-feira (03), em mais uma live da série especial com pré-candidatos à Prefeitura de Campinas . Em conversa com os jornalistas Ricardo Galuppo, Ludmilla Pizarro e Bruno Accorsi, ele falou sobre a necessidade de revitalização do centro e garantiu que, caso se torne prefeito, não tem planos de reeleição.

A entrevista completa pode ser vista no  Youtube e no Facebook .

Ciente de reclamações constantes sobre a degradação de pontos do Centro de Campinas, Menezes defende uma gestão que consiga revitalizar esses locais com uma política sustentável.

“Isso é um processo que no mundo foi enfrentado com algumas tendências. Você precisa trazer as pessoas de volta para áreas centrais. Em um cenário como esse de dificuldade econômica, nós podemos trabalhar uma política de estimulo ao retrofit dos edifícios. O que é retrofit? É você reciclar, modernizar os edifícios, torná-los mais sustentáveis. A prefeitura pode dar estímulos em relação a isso, tributários inclusive, para que a gente possa realmente ocupar o centro”, afirmou.

Leia também: Pré-candidato, Saadi aponta necessidade de recompor recursos humanos na Saúde

O pré-candidato do PV também pensa em outras formas de ocupação do espaço público, como “iniciativas de fechamento, ainda que temporário, de avenidas centrais, para que a gente possa fazer atividades de cultura, lazer, cidadania, de esportes”. Além disso, ele trata com expectativa heranças que serão deixadas pelo atual governo, com as parcerias público-privada (PPP) do Lixo e da Iluminação, além da licitação do BRT.

“Vou citar as PPPs do Lixo e da Iluminação, e a concessão do transporte público, que apontam estar no campo da sustentabilidade. No caso da iluminação, estamos falando de reduzir custos, usar energias mais eficientes, como led em 130 mil pontos, isso levará a um investimento de R$ 225 milhões. A PPP do lixo prevê investimentos da ordem de R$ 930 milhões e a concessão do transporte público quase R$ 900 milhões. Somados em investimentos de saneamento da Sanasa, estamos falando de um pacote de mais de R$ 2 bilhões em investimentos públicos ou privados, ligados ao interesse público, fazendo com que o próximo prefeito possa trabalhar nas pautas extremamente prioritárias”, avaliou.

Habitação e economia

Questionado sobre a questão da habitação, Rogério Menezes classificou a necessidade da regularização fundiária como um ponto fundamental para acelerar a microeconomia, uma vez que, na avaliação dele, a partir do momento que a pessoa tem a segurança da moradia, ela passa a considerar a possibilidade fazer investimentos.

“São 240 mil pessoas que aguardam, com de uma escritura não mão, para poder fazer investimentos. Imagine o potencial disso na microeconomia. Imagine quando você pega uma pessoa que tem a segurança de que está com moradia regularizada, quando não está em uma área de risco, evidentemente. Para essas pessoas que não estão em área de risco, o primeiro grande desafio da habitação é regularizar para que as pessoas possam fazer uma reforma, um puxadinho, uma reforma no portão, melhora as condições da sua habitação, porque ela tem segurança para fazer isso, isso movimenta a economia. Isso é a prioridade das prioridades”, disse o pré-candidato.

“Evidentemente que existe um déficit habitacional a ser enfrentado, isso está sendo mapeado, e a gente precisa, em parceria também com os setores privados, acelerar esses investimentos, e fazer com que esses investimentos cheguem às faixas de menor poder aquisitivo”, completou.

    Veja Também

      Mostrar mais